loading

Ivo Vieira: «Quero valorizar o espetáculo que se viu aqui»

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

Até onde chega Portugal no Mundial 2022?

Declarações de Ivo Vieira, treinador do Gil Vicente, após o empate frente ao Vizela (2-2), em jogo da 4ª jornada da Primeira Liga, que se realizou na segunda-feira, em Vizela.

Ivo Vieira: «Quero valorizar o espetáculo que se viu aqui»

“Quero valorizar o espetáculo que se viu aqui, quem cá veio viveu grandes emoções, com um ambiente muito bom por parte dos adeptos, bem-haja aos gilistas que vieram cá apoiar.

Tivemos 40 minutos muito bons, num campo muito difícil, mas invertemos essa dificuldade a nosso favor, limpámos quase sempre essa pressão e, no último terço, fizemos dois golos. Quando tínhamos o jogo praticamente controlado, quase que saímos do jogo nos cinco minutos finais da primeira parte e fizemos o Vizela crescer. Isso tirou-nos confiança e, ao intervalo, pedi para repetirmos os primeiros 30/40 minutos. Não podemos é desligar aqueles cinco minutos. Empatámos, fizemos um ponto, foi o que deu. A segunda parte foi mais quebrada, tentámos voltar a ter vantagem, mas não conseguimos.

[Dois pontos perdidos?] Tenho que respeitar o trabalho do adversário, a sua reação, há que valorizar isso, deixa um sabor agridoce, amargo, porque tivemos o controlo do jogo e uma vantagem por 2-0 e, em cinco minutos, pusemos tudo em causa.

Os treinadores que estão nas competições europeias, como eu, reclamam de ter muitos jogos e aparecer o desgaste, os outros dizem que temos mais rotinas; quem descansa diz que lhes faltam jogos e eu digo que tem muito tempo para trabalhar e preparar os jogos, é regar no molhado.

A equipa teve um comportamento físico muito bom.

O fecho do mercado vai ser benéfico para o Gil Vicente e para todas as equipas por causa da expectativa e instabilidade que cria nos atletas, que têm a natural ambição de melhorar as suas vidas. Cria ansiedade e, com o fecho do mercado, vamos estancar isso. Podem entrar e sair jogadores até ao fecho do mercado, são coisas que não controlo”.

Siga-nos no Facebook, no Twitter, no Instagram e no Youtube.

Relacionadas

Na Primeira Página