loading

Liga Nações: Luis Enrique prevê três ou quatro mudança no 'onze' luso

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

Até onde chega Portugal no Mundial 2022?

O selecionar espanhol espera que Portugal mude na terça-feira, em Braga, «três ou talvez quatro» jogadores em relação ao ‘onze’ que goleou sábado a República Checa, na quinta ronda do Grupo A2 da Liga das Nações.

Liga Nações: Luis Enrique prevê três ou quatro mudança no 'onze' luso

“Não sei se vai haver mudanças, mas penso que haverá três ou talvez quatro. Penso que [Fernando Santos] mudará os laterais, até porque o Cancelo não jogou”, disse Luis Enrique, deixando claro: “Os indiscutíveis vão jogar todos, de certeza”.

Em Braga, na conferência de imprensa de antevisão do encontro da sexta jornada do Grupo A2 da Liga das Nações, que decidirá a vencedor do agrupamento, o técnico da ‘roja’ elogiou Portugal e disse esperar muitas dificuldades.

“Portugal é uma seleção muito talentosa, com individualidades e poder físico. Conquistou coisas importantes, nomeadamente o Europeu [de 2016]. E, das suas categorias inferiores, saem sempre bons jogadores, como acontece em Espanha”, explicou.

De acordo com Luis Enrique, Portugal é hoje, porém, uma seleção com “jogadores mais feitos”, que atuam como “titulares em equipas da Premier League e da Liga espanhola”.

Quanto à Espanha, o técnico fala de uma “mudança geracional” e lembra que sete dos jogadores que convocou para os embates com a Suíça (derrota por 2-1) e Portugal poderiam disputar o próximo campeonato da Europa de sub-21.

Ainda assim, Luis Enrique sabe que, mesmo nesta fase, é preciso conseguir resultados e, para os conseguir, é necessário que “não haja dúvidas” em quem comanda.

“Isto é futebol. Ganhámos na Suíça, que então não perdia em casa há muito tempo, e isso agora aconteceu-nos a nós. Temos tido um trajeto muito positivo, e temos de aceitar cada derrota como mais um passo no nosso caminho”, afirmou.

O desaire com a Suíça não afastou a Espanha da ‘final four’, mas obriga a vencer terça-feira em Braga.

“É uma final, que necessitamos de ganhar. É muito positivo chegar a esta jornada nesta situação. Não vamos especular, pois nunca o fazemos. É uma situação que motiva e estou seguro de que vamos estar à altura, que vamos competir”, prometeu.

Ainda assim, Luis Enrique não esqueceu que, nos anteriores três confrontos com Portugal, não conseguiu esse objetivo, ficando-se por outras tantas igualdades.

“Foram três bons jogos. Não fomos capazes de ganhar nenhum deles, nem Portugal. Penso que vai ser na mesma linha. Vamos tentar controlar, ter o domínio e a posse de bola, sabendo que temos de defender bem”, disse.

Quanto ao ‘onze’, disse aos jornalistas para o tentarem ‘adivinhar’, adiantando, porém, na questão do ‘9’, que “independentemente de quem jogue, tem que fazer o mesmo, ocupar os mesmos espaços”.

“Decidiremos amanhã [terça-feira]”, atirou o selecionador espanhol, recusando qualquer problema da Espanha com as bolas paradas, depois de ter sido dessa forma – após cantos - que os suíços marcaram por duas vezes em Saragoça, ou que a sua equipa tenha como ponto débil a defesa.

Além de vencer, com o ‘onze’ que espera possa “criar mais dificuldades a Portugal”, Luis Enrique acredita também - num “estádio bonito, diferente dos outros” - que o relvado esteja em “bom estado”, depois de ambas as equipas o terem “preservado”, não treinando hoje no recinto.

O encontro entre Portugal e Espanha, da sexta e última jornada do Grupo A2 da Liga das Nações 2022/23, realiza-se na terça-feira, pelas 19:45, no Estádio Municipal de Braga, com arbitragem do italiano Daniele Orsato.

Após cinco rondas, a formação das ‘quinas’ lidera o agrupamento, com 10 pontos, contra oito da Espanha, seis da Suíça e quatro da República Checa, sendo que o primeiro segue para a ‘final four’ e o último é despromovido à Liga B.

Siga-nos no Facebook, no Twitter, no Instagram e no Youtube.

Relacionadas

Na Primeira Página