loading

Taça da Liga: Moreirense vence Estrela e ascende à liderança do Grupo C

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

Quem é o principal responsável pela eliminação de Portugal do Mundial no Qatar?

O Moreirense recebeu e venceu este domingo o Estrela da Amadora, por 4-2, em partida da segunda jornada da Taça da Liga, ascendendo à liderança do Grupo C da competição.

Taça da Liga: Moreirense vence Estrela e ascende à liderança do Grupo C

Os golos de Alan, aos 69 minutos, e de Kodisang, aos 83, 'selaram' o triunfo ‘cónego’ nos 30 minutos finais, marcado ainda pelas expulsões de Feratovic (72) e de Luís Rocha (90+6), depois de uma primeira hora repartida em ocasiões e golos, de Gonçalo Franco (32, de penálti) e de Fábio Pacheco (45) para os anfitriões e de Diogo Salomão (27) e de Règis (49), para o Estrela.

A equipa da vila de Moreira de Cónegos vai decidir a passagem aos quartos de final na receção ao Benfica, marcada para 17 de dezembro, e precisa de pelo menos um empate para seguir em frente, uma vez que contabiliza seis pontos, com seis golos marcados e três sofridos, ao passo que as ‘águias’ têm os mesmos pontos, mas cinco golos marcados e dois sofridos.

Vimaranenses e amadorenses jogaram quase sempre de ‘olhos’ no ataque, o que valeu um duelo com espaços e ocasiões de golo junto às duas balizas, a começar por Diogo Salomão, extremo que ameaçou o golo aos nove e que marcou aos 27, num remate em posição frontal.

Os anfitriões responderam seis minutos depois, num penálti convertido por Gonçalo Franco, a punir rasteira de Rui Correia a Camacho, ex-colegas no Nacional, e ‘viraram’ o resultado em cima do intervalo, graças ao remate ‘seco’ de Fábio Pacheco no limite da área, que bateu Bruno Brígido, após insistência ofensiva dos ‘cónegos’.

A equipa treinada por Sérgio Vieira apareceu na segunda parte disposta a lutar pelo resultado e repôs a igualdade com quatro minutos decorridos na segunda parte, com Règis a isolar-se e a desviar a bola do alcance de Pasinato.

O jogo continuou nivelado após a ‘dança’ das substituições, mas a formação treinada por Paulo Alves foi mais ‘esclarecida’ nas incursões à área e desfez a igualdade num remate de fora da área de Alan, ao ângulo inferior esquerdo, antes de cimentar a vantagem por Kodisang.

Siga-nos no Facebook, no Twitter, no Instagram e no Youtube.

Relacionadas

Para si

Na Primeira Página