loading

Mundial-2022: Quarteto luso em risco de falhar ‘oitavos’ se vir cartão amarelo

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

Quem é o principal responsável pela eliminação de Portugal do Mundial no Qatar?

A seleção portuguesa tem quatro futebolistas em risco de falhar o jogo dos oitavos de final, caso sejam admoestados com o cartão amarelo na partida com a Coreia do Sul, a derradeira no Grupo H do Mundial do Qatar.

Mundial-2022: Quarteto luso em risco de falhar ‘oitavos’ se vir cartão amarelo

Bruno Fernandes, Rúben Neves, Rúben Dias e João Félix, cada um com um cartão amarelo recebido na fase de grupos, estão à ‘bica’ para o duelo dos ‘oitavos’, uma vez que as regras da competição contemplam uma suspensão de um jogo assim que um atleta acumule dois amarelos.

O médio do Manchester United foi admoestado na estreia de Portugal, diante do Gana (vitória por 3-2), tendo ‘escapado’ a uma segunda admoestação no encontro com o Uruguai, em que assinou os dois golos da vitória (2-0), que permitiu à formação lusa assegurar um lugar na próxima fase.

De resto, foi diante dos uruguaios que Rúben Neves, João Félix e Rúben Dias, este último por protestos, foram punidos com cartão amarelo, juntando-se a Bruno Fernandes entre os jogadores em risco.

Além deste quarteto, também Danilo Pereira conta com um cartão amarelo, recebido contra o Gana. No entanto, o médio do Paris Saint-Germain lesionou-se antes da partida com o Uruguai e vai ficar novamente de fora, com a Coreia do Sul, pelo que nunca estará em risco de participar nos ‘oitavos’ por uma questão disciplinar.

Face a esta questão, a dúvida é se o selecionador luso, com o apuramento garantido, mas ainda a um ponto de selar a vitória no Grupo H, vai optar por mantê-los no ‘onze’ ou por preservá-los, deixando-os no banco.

A situação é semelhante à que, há 16 anos, enfrentou o brasileiro Luiz Felipe Scolari, então selecionador nacional, no Mundial2006, no jogo perante o México, o terceiro da fase de grupos, depois de vitórias com Angola (1-0) e Irão (2-0).

Os jogadores em risco de falhar os ‘oitavos’ se vissem um amarelo eram Nuno Valente, Costinha, Deco, Cristiano Ronaldo e Pauleta, e ‘Felipão’ deixou-os todos de fora, fazendo entrar para os seus lugares Caneira, Petit, Tiago, Simão e Hélder Postiga.

A formação das ‘quinas’ precisava de um ponto para vencer o agrupamento, mas fez melhor, ao vencer por 2-1, com tentos de Maniche e Simão, este último de penálti. José Fonseca ainda reduziu, mas Portugal foi mesmo o primeiro do Grupo D.

Com o triunfo no agrupamento, Portugal ‘desviou-se’ da Argentina e marcou encontro com os Países Baixos, que bateu por 1-0, com novo tento de Maniche, numa embate que entrou para a história pelos 16 amarelos e quatro vermelhos, por acumulação.

Portugal e Coreia do Sul defrontam-se na sexta-feira, a partir das 18:00 locais (15:00 em Lisboa), no Estádio Education City, em Doha, em jogo da terceira jornada do Grupo H do Mundial2022, que decorre até 18 de dezembro, no Qatar.

Siga-nos no Facebook, no Twitter, no Instagram e no Youtube.

Relacionadas

Para si

Na Primeira Página