loading

"Os jornalistas têm mais coragem no Estádio da Luz do que no Estádio do Dragão"

A relação entre Roger Schmidt, treinador do Benfica, e parte da imprensa nacional tem estado longe de ser tranquila, gerando momentos de tensão que agora se estendem para além do relvado.

"Os jornalistas têm mais coragem no Estádio da Luz do que no Estádio do Dragão"

A recente polémica surgiu quando jornalistas decidiram confrontar o treinador em português durante uma conferência de imprensa, marcando uma mudança em relação à prática anterior de utilizar a língua inglesa.

Este episódio ocorreu depois de um desentendimento entre o Roger Schmidt e um jornalista da RTP, após o jogo contra o rival Sporting, onde o treinador alemão foi questionado sobre se o resultado superou a exibição no dérbi contra os 'leões'.

O treinador das 'águias' não gostou da abordagem do jornalista e atirou: "Você é do Sporting ou do FC Porto?"

A atmosfera já tensa parece ter atingido o seu ponto alto na conferência de imprensa de Schmidt de antevisão de um jogo da Taça de Portugal.

Bruno Costa Carvalho, especialista em comunicação e antigo candidato à presidência dos 'encarnados', criticou a atitude dos jornalistas, considerando-a uma "palhaçada".

"Os jornalistas fizeram uma palhaçada. Queria vê-los a fazer isso no Dragão"

Embora concorde que Roger Schmidt deveria falar português, Carvalho desafiou o treinador a não proferir uma palavra na língua até ao final da época como resposta ao que descreve como uma situação circense.

"Eu critiquei o nosso treinador por ainda não falar português e acho que ele já deveria falar português. Dito isto, quando eu quero ver palhaçadas vou ao circo. E o que os jornalistas fizeram não passou de uma palhaçada", acrescentou Carvalho, citado pelo jornal 'Bancada.pt'.

"Se eu fosse o Schmidt não falaria uma palavra em português até ao final da época"

O antigo candidato à presidência do Benfica também questionou se os jornalistas teriam adotado a mesma postura no Estádio do Dragão, sugerindo que, no recinto do FC Porto, a reação teria sido diferente, indicando um possível receio de represálias.

"Queria vê-los a fazer isso no Dragão. Que façam esta brincadeira no Estádio do Dragão. Levavam", observou o antigo candidato à presidência do Benfica.

"Os jornalistas têm mais coragem no Estádio da Luz do que no Estádio do Dragão", rematou.

A situação escalou a ponto de Roger Schmidt não marcar presença numa conferência de imprensa subsequente, levantando questões sobre a responsabilidade de providenciar um tradutor para o evento.

Siga-nos no Facebook, no Twitter, no Instagram e no Youtube.

Relacionadas

Para si

Na Primeira Página

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

Quem está mais perto de chegar aos quartos de final da Liga Europa?