loading

Nota: Caro visitante, o acesso à informação do nosso site é gratuita e de livre acesso. Tal só é possível exibindo anúncios a quem nos visita. Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios.

Após 14 tentativas... Arsène Wenger finalmente vence José Mourinho

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Facebook

Outras Notícias

Sondagem

Acha que Silas é uma boa opção para o Sporting?

Arsène Wenger, treinador do Arsenal, conseguiu hoje um feito inédito na sua carreira como treinador: vencer o português José Mourinho.
Após 14 tentativas... Arsène Wenger finalmente vence José Mourinho

O francês Arsène Wenger, treinador do Arsenal, conquistou hoje a primeira vitória sobre o português José Mourinho, ao impor-se ao Chelsea por 1-0 na final da Supertaça inglesa de futebol, o primeiro triunfo sobre o rival londrino desde 2011.

Um golo marcado pelo avançado Alex Oxlade-Chamberlain, aos 24 minutos, permitiu ao detentor da Taça de Inglaterra bater o campeão inglês e vencer a prova pela 14.ª vez, desforrando-se da derrota sofrida na final de 2005, frente ao Chelsea (2-1), orientado também na altura por José Mourinho.

Nos 13 confrontos anteriores, o treinador português não tinha perdido qualquer jogo frente ao técnico francês, que tinha como um registo de sete derrotas e seis empates e um saldo negativo de 21-6 entre golos marcados e sofridos.

O Chelsea, que não perdia há oito jogos com o Arsenal, desde que os ‘gunners’ se impuseram por 5-3 em Stamford Bridge a 29 de outubro de 2011, procurou restabelecer o empate durante a segunda parte, mas esbarrou sempre no guarda-redes checo Petr Cech, que trocou os ‘blues’ pelos rivais londrinos neste defeso.

O triunfo sobre a equipa que dominou o futebol inglês na época passada abre boas perspetivas ao Arsenal para o campeonato, ainda que o sucesso retumbante na última edição da Supertaça, em que bateu o Manchester City por 3-0, não teve continuidade na Liga.

A ausência do influente avançado Diego Costa indicia que o internacional espanhol ainda não está nas melhores condições físicas, tendo Mourinho apostado em Loic Remy para a frente de ataque, deixando o reforço colombiano Radamel Falcao no banco de suplentes.

A estreia oficial de Cech, de 33 anos, pelo Arsenal foi assinalada com ovação em pé dos adeptos do Chelsea, mas foi no guardião dos ‘blues’, Thibaut Courtois, o primeiro a ter de se aplicar, ao defender um remate de cabeça de Theo Walcott.

O avançado internacional inglês não demorou muito tempo a deixar a sua marca no jogo realizado no Estádio de Wembley, em Londres, ao assistir Oxlade-Chamberlain, que se desembaraçou do defesa Cesar Azpilicueta e inaugurou o marcador, aos 24 minutos.

Ramires parecia ser o único capaz de criar perigo para a baliza de Cech, mas o médio brasileiro desperdiçou três boas ocasiões para bater o guarda-redes checo, e, ainda que o futebol do Chelsea tenha melhorado com a troca de Remy por Falcao, isso não foi suficiente para o restabelecimento do empate.

Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Relacionadas

Na Primeira Página

Pode gostar de ler