loading

Nota: Caro visitante, o acesso à informação do nosso site é gratuita e de livre acesso. Tal só é possível exibindo anúncios a quem nos visita. Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios.

Covid-19

Sporting/Eleições: Cerca de 43.600 sócios habilitados a votar

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

É justa a medida do Governo em autorizar o regresso I Liga e impedir a II Liga?

O Sporting tem cerca de 43.600 sócios com as quotas em dia para poderem votar nas eleições de 04 de março, o que implicou a sua regularização até ao passado dia 13 de fevereiro de 2017, incluindo a correspondente a esse mês.
Sporting/Eleições: Cerca de 43.600 sócios habilitados a votar

Os associados ‘leoninos’ podem votar presencialmente ou por correspondência, se assim o solicitarem à Mesa da Assembleia Geral, mas esses votos terão de ser enviados pelo correio, impreterivelmente, para o estádio de Alvalade até às 20:00 do dia 03 de março para serem considerados válidos.

No entanto, os sócios que receberem o voto por correspondência, a maioria dos quais residem fora da área metropolitana de Lisboa, – quem reside na capital também o pode requerer, em caso de internamento hospitalar, de ausência no estrangeiro ou de atletas ao serviço das seleções nacionais, entre outros – poderão votar presencialmente, sendo que o voto presencial prevalece em detrimento do voto por correspondência.

No final da votação, que decorrerá no Estádio José Alvalade, em Lisboa, entre as 09:00 e as 19:00, proceder-se-á ao cruzamento entre votos por correspondência, os quais, desta vez, ao contrário do habitual, serão contados logo após a abertura das urnas, e os votos presenciais para excluir situações de repetição.

De resto, é este procedimento – prevêem-se cerca de 7 mil sócios a votar por correspondência – que retarda a divulgação dos resultados do ato eleitoral, visto que o voto eletrónico permite um rápido apuramento dos resultados da votação presencial.

Às 19:00 será fechado o perímetro de segurança e os sócios que estiverem dentro desse perímetro poderão exercer o seu direito de voto mesmo depois daquela hora, para decidir entre a reeleição de Bruno de Carvalho para um segundo mandado ou para dar a vez a Pedro Madeira Rodrigues.

Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Relacionadas

Pode gostar de ler

Na Primeira Página