loading

Mundial-2018: FIFA abre processo a Xhaka e Shaqiri após celebrações pró-Kosovo

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

Após os primeiros jogos das competições nacionais e internacionais, quem está em melhor forma?

A FIFA anunciou hoje ter aberto um processo disciplinar aos futebolistas suíços Granit Xhaka e Xherdan Shaqiri, por terem celebrado com um símbolo pró-Kosovo na vitória sobre a Sérvia (2-1), no grupo E do Mundial 2018.
Mundial-2018: FIFA abre processo a Xhaka e Shaqiri após celebrações pró-Kosovo

Xhaka nasceu na Suíça no seio de uma família kosovar, e Shaqiri nasceu no Kosovo, antiga província sérvia de maioria albanesa que, em 2008, se autoproclamou como república independente e que viu a sua independência reconhecida por 113 estados das Nações Unidas, mas não pelo governo sérvio.

Na vitória de sexta-feira sobre a Sérvia, os dois suíços imitaram com as mãos a águia da bandeira da Albânia, um gesto considerado na Sérvia como um símbolo de desrespeito e que alude à ‘Grande Albânia’, uma doutrina nacionalista que visa juntar todos os albaneses nos Balcãs sob o mesmo país.

A FIFA proíbe mensagens políticas nas competições que gere, pelo que os dois médios poderão enfrentar sanções enquanto a Suíça luta pelo apuramento no grupo E do Mundial2018, defrontando a Costa Rica no último jogo da fase de grupos.

Siga-nos no Facebook, no Twitter, no Instagram e no Youtube.

Relacionadas

Pode gostar de ler

Na Primeira Página