loading

Nota: Caro visitante, o acesso à informação do nosso site é gratuita e de livre acesso. Tal só é possível exibindo anúncios a quem nos visita. Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios.

I Liga (balanço): Sporting iguala a sua maior 'seca' de sempre

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Facebook

Outras Notícias

Sondagem

Quem precisa de mais reforços para a próxima época?

O Sporting somou a 17.ª temporada consecutiva sem vencer a I Liga portuguesa de futebol, igualando o seu recorde, que havia fixado no final do século passado, entre 1982/83 e 1998/99.
I Liga (balanço): Sporting iguala a sua maior 'seca' de sempre

Depois do título arrecadado em 2001/2002, com 42 golos de um imparável Mário Jardel, os ‘leões’ têm somado frustração atrás de frustração e podem, no final da próxima época, igualar o recorde entre os ‘grandes’, ainda na posse do FC Porto.

De 1959/60 a 1976/77, os ‘dragões’ não conquistaram qualquer campeonato, numa ‘seca’ de 18 anos que pode ser igualada em 2019/2020 pelo Sporting, que, esta época, voltou a não dar luta até final a Benfica e FC Poro.

Nas últimas 17 temporadas, o conjunto ‘leonino’ somou seis segundos lugares, oito terceiros - posição que repetiu em 2018/19, ficando a 11 pontos do FC Porto e 13 do campeão Benfica -, dois quartos e um sétimo.

Em 2006/07 e em 2015/16, os ‘leões’ ainda chegaram à última jornada com possibilidades de vencer a prova, mas não dependiam apenas de si próprios e acabaram batidos por FC Porto e Benfica, respetivamente.

Antes, em 2004/05, o Sporting, de José Peseiro, liderava com dois jogos por disputar, mas ficou fora da corrida na penúltima ronda, ao perder por 1-0 com o Benfica, na Luz, por culpa de um golo do brasileiro Luisão, muito perto fim.

Na presente temporada, que começou pautada pelos muitos problemas do final de 2016/17, nomeadamente o ataque à Académica de Alcochete que fez muitos jogadores rescindirem com justa causa, o Sporting cedo ficou longe do título.

Os ‘leões’, que começaram sob o comando de José Peseiro e nunca estiveram no primeiro lugar, ainda eram segundos à 15.ª ronda, a cinco pontos do líder FC Porto, mas já fecharam a primeira volta no quarto posto, a oito.

À 27.ª jornada, os comandados de Marcel Keizer, que se estreou à 11.ª, após dois jogos de Tiago Fernandes como interino, voltaram ao último lugar do pódio, mas fora da corrida ao título, a oito pontos de Benfica e FC Porto.

As maiores secas dos três grandes:

1. FC Porto - 18 épocas (1959/60 a 1976/77)
2. Sporting - 17 (1982/83 a 1998/99)
3. Sporting - 17 (desde 2002/03)
4. FC Porto - 15 (1940/41 a 1954/55)
5. Benfica - 10 (1994/95 a 2003/04)
6. Sporting - 6 (1934/35 a 1939/40)
7. FC Porto - 5 (1979/80 a 1983/84)
8. Sporting - 5 (1974/75 a 1978/79)
9. Benfica - 4 (1945/46 a 1948/49)
10. Benfica - 4 (1950/51 a 1953/54)
11. Benfica - 4 (2005/06 a 2008/09)
12. FC Porto - 4 (2013/14 a 2016/17)

Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Relacionadas

Comentários

Na Primeira Página

Pode gostar de ler