loading

Nota: Caro visitante, o acesso à informação do nosso site é gratuita e de livre acesso. Tal só é possível exibindo anúncios a quem nos visita. Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios.

Corriere dello Sport defende-se de acusações e garante ser «inimigo do racismo»

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Facebook

Outras Notícias

Sondagem

Quem vai vencer a Taça da Liga?

O jornal italiano Corriere dello Sport afirmou hoje ser «inimigo do racismo», defendendo-se das críticas motivadas pela manchete de quinta-feira, com o título «Black Friday» e ilustrada com os futebolistas negros Romelu Lukaku e Chris Smalling.
Corriere dello Sport defende-se de acusações e garante ser «inimigo do racismo»

“Somos inimigos do racismo”, titula o jornal, bastante criticado na sequência do título e da imagem escolhida para antecipar o jogo de hoje, entre o Inter Milão e a Roma, treinada pelo português Paulo Fonseca.

Ao longo de duas páginas, o jornal considerou que as críticas foram um “linchamento contra quem há quase um século defende a liberdade e a igualdade” e sustentou que o seu título “foi pervertido pela superficialidade e má-fé das redes sociais”.

A capa recebeu numerosas críticas, devido ao facto de ambos os jogadores serem negros, num país em que o racismo no futebol é um problema recorrente. Os dois clubes da liga italiana qualificaram de “terrível” e “inaceitável” o título do diário desportivo.

O inglês Smalling, defesa da Roma, reagiu, quase de imediato, dizendo que o jornal foi “altamente insensível” e afirmando que espera que os editores “percebam o poder que têm” através das palavras que usam.

O belga Lukaku, avançado do Inter de Milão, disse que a capa do diário italiano foi das “mais idiotas” que viu na sua carreira, lamentando que não tenham destacado “o bonito jogo que vai ser disputado” em Milão.

Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Relacionadas

Na Primeira Página

Pode gostar de ler