loading

Nota: Caro visitante, o acesso à informação do nosso site é gratuita e de livre acesso. Tal só é possível exibindo anúncios a quem nos visita. Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios.

Covid-19: CONMEBOL adianta dinheiro aos clubes

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

Acha que Rúben Amorim é o homem certo para treinar a equipa do Sporting?

A Confederação Sul-Americana de Futebol (CONMEBOL) anunciou hoje o pagamento antecipado aos clubes de até 60 por cento dos direitos de participação nas suas competições internacionais, para combater o impacto económico da pandemia da covid-19.
Covid-19: CONMEBOL adianta dinheiro aos clubes

O apoio excecional, anunciado aos clubes que disputam a Taça Libertadores e a Taça Sul-Americana, suspensas devido ao surto do novo coronavírus, visa “permitir que estes enfrentem as suas necessidades financeiras com maiores garantidas”, de acordo com o presidente da CONMEBOL, Alejandro Domínguez.

“Situações como estas requerem respostas ágeis e excecionais destinadas a preservar a saúde da grande família do futebol sul-americano”, justificou o dirigente, determinado a “reduzir ao máximo o impacto económico da interrupção de competições”.

Para aproveitar esta iniciativa, os clubes devem manifestar o seu interesse às respetivas federações nacionais.

A CONMEBOL já tinha anunciado também o adiamento da Copa América para o verão de 2021.

Estava previsto que a competição decorresse entre 12 de junho e 12 de julho deste ano, na Colômbia e na Argentina, mas a CONMEBOL decidiu adiar a Copa América para as datas de 11 de junho a 11 de julho de 2021.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou mais 480 mil pessoas em todo o mundo, das quais morreram perto de 22.000.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia.

O continente europeu, com quase 260.000 infetados, é aquele onde está a surgir atualmente o maior número de casos, e a Itália é o país do mundo com mais vítimas mortais, com 7.503 mortos em 74.386 casos registados até quarta-feira.

Em Portugal, registaram-se 60 mortes e 3.544 infeções confirmadas, segundo o balanço feito hoje pela Direção-Geral da Saúde, que identificou 549 novos casos em relação a quarta-feira.

Dos infetados, 191 estão internados, 61 dos quais em unidades de cuidados intensivos, e há 43 doentes que já recuperaram. Portugal, onde os primeiros casos confirmados foram registados no dia 02 de março, encontra-se em estado de emergência desde as 00:00 de 19 de março e até às 23:59 de 02 de abril.

Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Relacionadas

Pode gostar de ler

Na Primeira Página