loading

Nota: Caro visitante, o acesso à informação do nosso site é gratuita e de livre acesso. Tal só é possível exibindo anúncios a quem nos visita. Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios.

Covid-19

Covid-19: Mais 43 casos em Santiago aumentam para 1.542 total em Cabo Verde

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

É justa a medida do Governo em autorizar o regresso I Liga e impedir a II Liga?

Cabo Verde registou mais 43 novos casos de infeção pelo novo coronavírus, todos na ilha de Santiago, aumentando para 1.542 o total acumulado a nível nacional, anunciou hoje o Ministério da Saúde.
Covid-19: Mais 43 casos em Santiago aumentam para 1.542 total em Cabo Verde

Em comunicado, a tutela da Saúde de Cabo Verde adiantou que os dois laboratórios do país analisaram 245 amostras, de 01 de junho a esta parte, tendo 43 dado resultado positivo, e todos em Santiago, a ilha com mais casos da doença (1.183).

Os novos casos foram registados na Praia (34), Santa Cruz (4), enquanto Santa Catarina, São Miguel, Tarrafal, São Salvador do Mundo e São Domingos contabilizaram um caso cada.

O país passa a registar um acumulado de 1.542 casos de covid-19, dos quais 18 óbitos, dois doentes transferidos para os seus países e 726 pessoas consideradas recuperadas.

Em África, há 11.955 mortos confirmados em mais de 508 mil infetados em 54 países, segundo as estatísticas mais recentes sobre a pandemia naquele continente.

Entre os países africanos que têm o português como língua oficial, a Guiné Equatorial lidera em número de infeções e de mortos (3.071 casos e 51 mortos), seguida da Guiné-Bissau (1.790 casos e 25 mortos), Cabo Verde (1.542 casos e 18 mortos), Moçambique (1.071 casos e oito mortos), São Tomé e Príncipe (724 casos e 13 mortos) e Angola (386 infetados e 21 mortos).

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 544 mil mortos e infetou mais de 11,85 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Relacionadas

Pode gostar de ler

Na Primeira Página