loading

Nota: Caro visitante, o acesso à informação do nosso site é gratuita e de livre acesso. Tal só é possível exibindo anúncios a quem nos visita. Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios.

Covid-19

FPF: Fernando Gomes reeleito para terceiro e último mandato

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

É justa a medida do Governo em autorizar o regresso I Liga e impedir a II Liga?

Fernando Gomes foi reeleito hoje presidente da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), até 2024, na Assembleia-Geral eleitoral do organismo, à qual concorreu sem oposição para um terceiro e último mandato.
FPF: Fernando Gomes reeleito para terceiro e último mandato

Aos 68 anos, Fernando Gomes foi reeleito pela terceira vez para o cargo, para um mandato até 2024, pela segunda vez sem oposição, depois de ter vencido as eleições de 2011 frente a Carlos Marta.

A direção foi eleita com 74 votos a favor (90,2%), três em branco e cinco nulos, sendo que votaram 82 dos 84 delegados inscritos.

O antigo avançado Hélder Postiga é uma das novidades na direção, na qual estará juntamente com os repetentes Humberto Coelho, João Vieira Pinto, Pedro Pauleta, José Couceiro, Pedro Dias, Mónica Jorge e Rui Manhoso.

Além do antigo internacional, também José Alberto da Costa Ferreira, que presidia à associação de Viseu, surge no elenco diretivo, do qual se registam as saídas de Carlos Coutada e Elísio Carneiro, que transita para o Conselho Fiscal, assim como de Hermínio Loureiro, que deixou a FPF na sequência da acusação do Ministério Público na operação 'Ajuste Secreto', e que foi 'substituído' por Couceiro.

Logo após a tomada de posse, realizou-se a primeira reunião da direção da FPF, na qual Humberto Coelho e José Couceiro foram indicados como vice-presidentes, com o segundo a ser o representante federativo na Liga de clubes. Na mesma reunião, Júlio Vieira foi cooptado e volta a integrar a direção da FPF.

O Conselho de Justiça recebeu os mesmos 90,2% de votos da direção para a sua eleição, enquanto o Conselho de Disciplina obteve 81,7% na secção profissional e 82,9% na secção não profissional. Em relação ao Conselho de Arbitragem, 89% dos associados votaram a favor da reeleição, sendo que 95,1% dos votantes manifestaram o apoio ao Conselho Fiscal.

Cláudia Santos é a cabeça de lista para o Conselho de Disciplina (CD), para suceder a José Manuel Meirim, Luís Verde de Sousa vai liderar o Conselho de Justiça (CJ), enquanto José Fontelas Gomes, Ernesto Ferreira da Silva e José Luís Arnaut se mantêm como líderes dos restantes órgãos, casos de Conselho de Arbitragem (CA), Conselho Fiscal (CF) e Mesa da Assembleia-Geral (MAG), respetivamente.

Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Relacionadas

Pode gostar de ler

Na Primeira Página