loading

Nota: Caro visitante, o acesso à informação do nosso site é gratuita e de livre acesso. Tal só é possível exibindo anúncios a quem nos visita. Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios.

Covid-19

Covid-19: Reino Unido regista mais 1.148 infeções, máximo desde junho

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

É justa a medida do Governo em autorizar o regresso I Liga e impedir a II Liga?

O Reino Unido registou 1.148 novas infeções por covid-19 nas últimas 24 horas, o valor mais alto desde finais de junho e maior do que os 816 casos identificados na véspera, anunciou o Ministério da Saúde britânico.
Covid-19: Reino Unido regista mais 1.148 infeções, máximo desde junho

As autoridades invocaram “dificuldades técnicas” para não atualizarem hoje o número oficial de mortes, de modo que o balanço permanece em 46.526 óbitos.

O total acumulado de casos de contágio no Reino Unido desde o início da pandemia é agora de 311.641.

Esta é a segunda vez em três desde domingo que o número de casos de infeção ultrapassa o milhar, refletindo a multiplicação de surtos, sobretudo no norte e centro do país.

Em Oldham, por exemplo, a taxa de infeção disparou para 107,5 casos por 100.000 habitantes, arriscando um confinamento local como foi decretado na cidade de Leicester no início de julho, quando a taxa era de 135 casos por 100.000 habitantes.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 736 mil mortos e infetou mais de 20,1 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 1.761 pessoas das 52.945 confirmadas como infetadas, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Depois de a Europa ter sucedido à China como centro da pandemia em fevereiro, o continente americano é agora o que tem mais casos confirmados e mais mortes.

Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Relacionadas

Pode gostar de ler

Na Primeira Página