loading

Nota: Caro visitante, o acesso à informação do nosso site é gratuita e de livre acesso. Tal só é possível exibindo anúncios a quem nos visita. Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios.

Covid-19

Polícia sul-africana prende suspeitos do homicídio do jogador Senzo Meyiwa

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

Após os primeiros jogos das competições nacionais e internacionais, quem está em melhor forma?

A polícia sul-africana deteve hoje cinco suspeitos do homicídio do guarda-redes e capitão da seleção nacional de futebol Senzo Meyiwa, ocorrido em 2014, revelou o governo daquele país.
Polícia sul-africana prende suspeitos do homicídio do jogador Senzo Meyiwa

"Os primeiros cinco suspeitos foram presos esta manhã", anunciou o ministro da Polícia, Bheki Cele, após quase seis anos de impasse num caso muito mediático na África do Sul.

Senzo Meyiwa, então com 27 anos, foi morto com vários tiros na casa da sua namorada, a cantora pop Kelly Khumalo, no sudeste de Joanesburgo, na noite de 26 de outubro de 2014.

As autoridades policiais não conseguiram encontrar qualquer suspeito, mas uma nova unidade da polícia, que lida com casos não resolvidos, assumiu a investigação em 2018 e reuniu provas que permitiram fazer uma primeira ronda de prisões, seis anos após o crime.

"A investigação ainda está em andamento e outras prisões não podem ser descartadas", acrescentou Bheki Cele, informando que os cinco suspeitos vão ser formalmente indiciados na terça-feira.

O comissário da polícia nacional, Khehla Sitole, disse que um dos presos era “o principal suspeito de ter puxado o gatilho”.

Meyiwa foi capitão e guarda-redes da seleção sul-africana e dos Orlando Pirates.

Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Relacionadas

Pode gostar de ler

Na Primeira Página