Golo madrugador 'embala' Benfica para estreia a vencer na 'Champions' feminina

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

Após os primeiros jogos das competições nacionais e internacionais, quem está em melhor forma?

Um golo de Ana Vitória aos três minutos ‘abriu’ hoje caminho ao Benfica para uma vitória tranquila diante do PAOK, por 3-1, na sua estreia absoluta na Liga dos Campeões de futebol, em femininos.
Golo madrugador 'embala' Benfica para estreia a vencer na 'Champions' feminina

Com um sorteio que colocou no caminho da equipa feminina o mesmo clube que eliminou o Benfica da competição masculina (2-1 na terceira pré-eliminatória), a história hoje foi completamente diferente.

A equipa feminina do Benfica, em atividade apenas desde 2018/19, então ainda na segunda divisão, garantiu um lugar na ‘Champions’ por indicação da Federação Portuguesa de Futebol, em função do último campeonato (2019/20), que liderava antes da suspensão e cancelamento devido à pandemia da covid-19.

Hoje, em Salonica, a equipa ‘encarnada’, orientada pelo ex-futebolista Luís Andrade, teve um jogo de sentido único, mesmo desfalcado da avançada brasileira Darlene, operada a uma pubalgia, com um golo ‘madrugador’.

Ainda estavam as jogadoras à procura da melhor organização quando Pauleta – que a par de Ucheibe tomou conta do meio-campo ‘encarnado’ e do jogo – recuperou uma bola no setor intermédio e lançou Cloé Lacasse.

A canadiana deixou a bola para um primeiro remate de Nicole Raysla, aliviado de forma incompleta, com várias jogadoras a não tirarem a bola, e, na confusão, Ana Vitória fez o 1-0, aos três minutos.

Um lance que embalou o Benfica para o controlo do jogo, nem sempre de forma pragmática na finalização ou no último passe, mas que deixou Pauleta ‘à beira’ de marcar, aos 42 ao poste, antes de Cloé fazer o 2-0 antes do intervalo.

A avançada, que chegou na última época, desmarcou-se nas costas da lateral, a passe de Ucheibe, e marcou à saída da guarda-redes, aos 44.

Na segunda metade, Pauleta voltou a ameaçar, de livre, mas o PAOK tentou entrar jogo, num lance criado por Vardali, que descaída no lado direito do ataque, sem ter pressão, atirou em arco e bateu a guarda-redes Carolina Vilão, aos 57.

Uma possível reentrada no jogo das gregas foi desde logo inviabilizado pelo Benfica, que chegou ao terceiro golo, por Catarina Amado, que jogou a lateral direito e apareceu na área a finalizar (61 minutos).

O lance começou uma vez mais na médio nigeriana Ucheibe, que no anterior tinha desmarcado Cloé, e neste lançou a canadiana na esquerda, que ao deixar o passe atrasado para o meio encontrou Catarina Amado, que, mesmo em desequilíbrio, atirou para o 3-1.

O Benfica vai conhecer o adversário da segunda eliminatória, a disputar a uma mão entre 18 e 19 de novembro, em sorteio a realizar na sexta-feira.

Siga-nos no Facebook, no Twitter, no Instagram e no Youtube.

Relacionadas

Pode gostar de ler

Na Primeira Página