loading

Nota: Caro visitante, o acesso à informação do nosso site é gratuita e de livre acesso. Tal só é possível exibindo anúncios a quem nos visita. Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios.

Covid-19

Covid-19: Angola anuncia 108 novos casos e mais uma morte

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

Após os primeiros jogos das competições nacionais e internacionais, quem está em melhor forma?

Angola registou nas últimas 24 horas 108 novos casos de covid-19, uma morte e 93 pessoas recuperadas da doença, anunciou hoje o secretário de Estado angolano para a Saúde Pública.
Covid-19: Angola anuncia 108 novos casos e mais uma morte

Segundo Franco Mufinda, das novas infeções 79 verificaram-se em Luanda, 15 no Cuanza Norte, 12 no Huambo e dois na Huíla, com idades entre 1 e 66 anos, sendo 55 do sexo masculino e 53 do sexo feminino.

Registou-se também uma morte por covid-19, um angolano de 47 anos, residente no Namibe.

No entanto, 93 pessoas recuperaram da doença, assinalou o responsável da Saúde, destacando também um “ligeiro abrandamento” do número de infeções nos últimos 15 dias.

Angola contabiliza 14.742 casos, dos quais 338 óbitos, 7.444 considerados recuperados e 6.960 ativos, incluindo cinco doentes em estado crítico, 13 graves e 181 moderados.

Os laboratórios angolanos processaram 2.263 amostras nas últimas 24 horas, num cumulativo de 219.969 testes.

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 1.397.322 mortos resultantes de mais de 59,2 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em África, há 49.976 mortos confirmados em mais de dois milhões de infetados em 55 países, segundo as estatísticas mais recentes sobre a pandemia no continente.

Angola regista 338 óbitos e 14.742 casos, seguindo-se Moçambique (127 mortos e 15.231 casos), Cabo Verde (104 mortos e 10.400 casos), Guiné Equatorial (85 mortos e 5.137 casos), Guiné-Bissau (43 mortos e 2.422 casos) e São Tomé e Príncipe (17 mortos e 974 casos).

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Relacionadas

Pode gostar de ler

Na Primeira Página