ESC ONLINE

Superliga: Presidente da Concacaf apoia oposição da UEFA e FIFA à nova prova

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

Após os primeiros jogos das competições nacionais e internacionais, quem está em melhor forma?

O presidente da Confederação da América do Norte, Central e Caribe de futebol (Concacaf), Victor Montagliani, apoiou hoje a UEFA e a FIFA, que se opõem à criação da Superliga europeia, manifestando-se contra a iniciativa.
Superliga: Presidente da Concacaf apoia oposição da UEFA e FIFA à nova prova

"Apoio totalmente a FIFA e a UEFA e oponho-me à criação de qualquer 'superliga', que pressupõe uma rutura com as instituições atuais do futebol", lançou o dirigente canadiano, através de uma mensagem publicada nas redes sociais.

Montagliani assinalou que os 12 clubes fundadores da Superliga "têm a responsabilidade de trabalhar de forma conjunta para fazer crescer o jogo e de respeitar as estruturas de governo do futebol".

No domingo, 18 de abril, AC Milan, Arsenal, Atlético de Madrid, Chelsea, FC Barcelona, Inter Milão, Juventus, Liverpool, Manchester City, Manchester United, Real Madrid e Tottenham anunciaram a criação da Superliga europeia, à revelia de UEFA, federações nacionais e vários outros clubes.

A competição vai ser disputada por 20 clubes, 15 dos quais fundadores - apesar de só terem sido revelados 12 - e outros cinco, qualificados anualmente.

A UEFA anunciou que vai excluir todos os clubes que integrem a Superliga, assegurando contar com o apoio das federações de Inglaterra, Espanha e Itália, bem como das ligas de futebol destes três países.

Entretanto, o organismo que rege o futebol europeu anunciou o alargamento da Liga dos Campeões de 32 para 36 clubes, a partir de 2024/25, numa liga única, com cinco jogos em casa e outros tantos fora.

Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Relacionadas

Pode gostar de ler

Na Primeira Página