I Liga 2021/22: Moreirense almeja quarta campanha seguida na metade superior

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

Após os primeiros jogos das competições nacionais e internacionais, quem está em melhor forma?

O Moreirense ambiciona intrometer-se pela quarta temporada consecutiva na metade superior da I Liga de futebol, norteando a 12.ª presença na elite com a atitude de superação cimentada durante a última década.
I Liga 2021/22: Moreirense almeja quarta campanha seguida na metade superior

Depois do histórico sexto lugar, em 2018/19, os minhotos ficaram na oitava posição nas últimas duas épocas, ambas repletas de conforto competitivo e valorização de ativos, mesmo que as divergências entre vários treinadores e o presidente Vítor Magalhães, desapegado do ‘sonho’ europeu, tenham motivado um corrupio de mexidas no banco.

Essa tendência esteve patente na preparação de 2021/22, com João Henriques, que comandou o rival concelhio Vitória de Guimarães em 2020/21, a substituir Vasco Seabra, o terceiro técnico ‘cónego’ na temporada passada, que ‘aguentou’ apenas cinco meses.

“De acordo com aquilo que têm sido as últimas épocas, queremos fazer um trabalho condizente com esse historial do Moreirense. Queremos um Moreirense competente e competitivo”, vincou João Henriques, desejando evoluir um grupo de bases entrosadas.

Apesar da troca de Manuel Ribeiro por Luís Guimarães no cargo de diretor desportivo, os ‘cónegos’ mantiveram a política de rejuvenescimento do plantel, sem desprezar uma substancial experiência acumulada na I Liga, visível na manutenção de 21 jogadores.

No lote de ‘capitães’ perdura o médio Fábio Pacheco, que renovou em final de contrato, num desfecho similar ao do avançado brasileiro Rafael Martins, melhor marcador de sempre do Moreirense na elite, com 23 golos em 46 jogos, repartidos por 2015/16 e 2020/21.

Já o guarda-redes brasileiro Kewin Silva (ex-Mirassol), o defesa central Artur Jorge (ex-APOEL), o lateral esquerdo holandês Godfried Frimpong (ex-Benfica) e o médio croata Nikola Jambor (ex-Rio Ave) foram contratados, enquanto o ala direito Rodrigo Conceição (ex-FC Porto) ingressou por empréstimo no emblema da vila mais pequena da I Liga.

Se o médio Rúben Ismael (ex-Mafra) foi promovido definitivamente ao plantel sénior, 10 atletas despediram-se de Moreira de Cónegos, desde contratos expirados, como o belgo-congolês Anthony D’Alberto, Alex Soares ou Pedro Nuno, até à conclusão das cedências do venezuelano Nahuel Ferraresi (Manchester City) e de David Simão (AEK Atenas).

O Moreirense teve o defesa Abdu Conté e o médio Filipe Soares na derrota frente ao Penafiel (3-4 nos penáltis, após 1-1 nos 90 minutos) para a Taça da Liga, mas os vice-campeões europeus de sub-21 são potenciais saídas por desbloquear no mercado.

Siga-nos no Facebook, no Twitter, no Instagram e no Youtube.

Relacionadas

Pode gostar de ler

Na Primeira Página