I Liga 2021/22: Famalicão aposta na estabilidade para a nova época

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

Após os primeiros jogos das competições nacionais e internacionais, quem está em melhor forma?

O Famalicão entra para a terceira época consecutiva na I Liga portuguesa de futebol, com o principal objetivo de garantir a estabilidade do grupo e conseguir a manutenção o mais depressa possível.
I Liga 2021/22: Famalicão aposta na estabilidade para a nova época

Depois de uma primeira época de sonho no escalão principal (em que conseguiu alcançar o sexto lugar, ficando a um ponto das competições europeias), a equipa famalicense viveu, na temporada passada, uma realidade muito diferente.

Depois de uma reconstrução, quase de raiz, da equipa, o Famalicão sentiu grandes dificuldades e esteve a maior parte da época nos últimos lugares, estabilizando apenas com a chegada de Ivo Vieira, que garantiu a manutenção.

O treinador mantém-se e o pensamento de continuar a trabalhar a estabilidade prevalece. Ivo Vieira confia no processo de estruturação do plantel, contando ainda com a chegada de mais jogadores, e garantiu que vai trabalhar para construir uma equipa à imagem do que deseja para o Famalicão.

“As coisas estão a fazer-se e confio na íntegra na liderança deste processo. Estamos a tentar dar passos seguros e assertivos na composição do plantel. É uma situação que não é confortável, mas nunca me irei agarrar à mesma. Serei mais capaz a cada dia perante esta dificuldade. Mesmo com estas limitações, vamos trazer um fio de jogo de encontro ao que eu penso para o Famalicão”, disse o treinador na antevisão da partida com o Estoril, a contar para a Taça da Liga.

Gustavo Assunção, ‘capitão’ do emblema Famalicão, continua, depois de muita especulação em relação à possível saída. Já Anderson, assinou um contrato com os chineses do Beijing Guoan e sai depois de cinco épocas. O avançado brasileiro tinha um papel muito importante para a união no balneário.

Relativamente às entradas, destaque para David Tavares, contratado do Benfica. Ainda assim, houve um outro nome muito sonante, que chegou a ser apresentado e prometeu todo o empenho em prol do clube: o veterano Bruno Alves, de 37 anos, foi apresentado, mas, ao fim de três semanas, rescindiu.

O Famalicão reforçou-se ainda na baliza, com a chegada de Dalberson, um setor que estava desfalcado depois da saída de Vaná. Rubén Lima (ex-Belenenses), Dylan (ex-Antuérpia) e Bruno Rodrigues (emprestado pelo Tombense) também chegaram de novo ao Famalicão.

No sentido inverso, para além de Anderson, saíram Gil Dias, Pêpê e Rúben Vinagre. Todos eles regressaram aos respetivos clubes após empréstimo. Ugarte continua no Famalicão, mas está perto de chegar a acordo com o Sporting.

Siga-nos no Facebook, no Twitter, no Instagram e no Youtube.

Relacionadas

Pode gostar de ler

Na Primeira Página