loading

Boavista: João Pedro Sousa reforça apelo à maior consistência da sua equipa em campo

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

Quem merece vencer a Bola de Ouro?

O treinador João Pedro Sousa pediu hoje maior consistência aos futebolistas do Boavista, revisitando recentes críticas sobre a exibição na primeira parte em Paços de Ferreira, antes de receber o Estoril Praia, na sétima jornada da I Liga.
Boavista: João Pedro Sousa reforça apelo à maior consistência da sua equipa em campo

“Eu não gostei e os atletas também não, mas não deixa de ser parte do crescimento de uma equipa. Ao intervalo, a mensagem foi forte e muito simples: no Boavista não pode existir mais ou menos, tem de ser sempre mais”, vincou, em conferência de imprensa.

Os ‘axadrezados’ voltam a competir quatro dias após a reviravolta vitoriosa frente ao Paços de Ferreira (2-1), no jogo de abertura do Grupo C da Taça da Liga, em que o técnico tinha lamentado ser “inadmissível aquilo que a equipa fez na primeira parte”.

“Sabendo da exigência dos desafios, temos de estar sempre no máximo a nível de concentração, exigência, agressividade, velocidade e forma de pensar e reagir. É nisso que trabalhamos diariamente. Claro que tentamos sempre jogar bem, mas nem sempre é possível. Agora, tudo o resto tem de estar presente. Essa é a nossa responsabilidade e promessa, sobretudo aos adeptos, porque o clube e a profissão assim o exigem”, notou.

À procura de se manter invicto no Bessa, onde venceu Paços de Ferreira (3-0) e Santa Clara (2-0) e empatou com Portimonense (1-1), João Pedro Sousa quer “controlar o jogo com a bola” diante do promovido Estoril Praia, a principal surpresa no início da prova.

“Seja com que adversário for, a nossa ideia passa por aí, porque achamos que assim estamos mais perto de vencer. O nosso objetivo passa por ganhar, mas temos perfeita noção de que vamos encontrar um adversário extremamente complicado. É uma equipa muito competente, que consegue aliar resultados a boas exibições, tem um jogo muito positivo e irreverente e seguramente trará grandes desafios e muito trabalho”, observou.

A “ideia muito segura” do quarto colocado da I Liga é “mais um alerta” para o Boavista adotar um “nível de exigência muito alto e diferente do último jogo”, numa fase em que o brasileiro Gustavo Sauer tem sobressaído como melhor marcador, com quatro golos.

“É importante. Não vou fugir à pergunta, mas também é muito importante a forma como a equipa consegue chegar até ele para finalizar. Todos percebem que, para o individual sobressair e se destacar, tem de estar assente numa ideia coletiva muito forte”, apontou.

João Pedro Sousa confirmou as ausências do norte-americano Reggie Cannon e do francês Yanis Hamache, ambos por lesão, enquanto Tiago Ilori e o espanhol Javi García apenas vão “reintegrar completamente o treino” no domingo e poderão ser convocados.

O Boavista, oitavo colocado, com oito pontos, recebe o Estoril Praia, quarto, com 13, na segunda-feira, às 21:15, no Estádio do Bessa, no Porto, no encontro de encerramento da sétima jornada da I Liga, com arbitragem de Miguel Nogueira, da associação de Lisboa.

Siga-nos no Facebook, no Twitter, no Instagram e no Youtube.

Relacionadas

Pode gostar de ler

Na Primeira Página