loading

Angola: Progresso do Sambizanga confirma dívida de dois meses a jogadores e técnicos

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

Quem merece vencer a Bola de Ouro?

O vice-coordenador da comissão de gestão do Progresso do Sambizanga, Manuel Dias dos Santos, confirmou hoje a existência de dois meses de salários em atraso a futebolistas e técnicos da equipa angolana.

Angola: Progresso do Sambizanga confirma dívida de dois meses a jogadores e técnicos

O dirigente disse tratar-se de uma dívida a 12 jogadores e técnicos deixada pela anterior comissão de gestão do clube, mas que, oportunamente, será resolvida.

Manuel Dias dos Santos referiu também que, durante a atual gestão, o clube ainda não contraiu qualquer dívida com jogadores e técnicos.

A reação surge na sequência da alegada recusa dos jogadores em treinar, bem como a alegada ameaça de greve, devido ao passivo, colocando em risco a realização do jogo de sábado diante do Recreativo do Libolo, treinado por Paulo Torres, referente à quarta jornada do campeonato angolano de futebol.

O clube, embora reconheça a dívida, negou que os jogadores tenham paralisado os trabalhos ou que se pretenda partir para greve.

O técnico da equipa, Paulo Dias, disse que ainda hoje os jogadores trabalharam a vertente física e prevenções de lesões em Luanda.

A Lusa tentou ouvir alguns jogadores, sem sucesso.

O Progresso tem ainda passivos por acertar com funcionários administrativos que estão há quatro meses sem salários, bem como prémios de jogo com jogadores e técnicos.

O clube angolano foi recentemente proibido de contratar novos atletas, por ordem da FIFA, devido a uma dívida de 23 mil dólares (cerca de 19,8 mil euros), com o antigo jogador ganês Raphael Obeng, que atuou pela equipa.

Siga-nos no Facebook, no Twitter, no Instagram e no Youtube.

Relacionadas

Pode gostar de ler

Na Primeira Página