loading

Crónica: Eficácia do Santa Clara atira FC Porto para fora da Taça da Liga

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

Quem merece vencer a Bola de Ouro?

O Santa Clara recebeu e venceu hoje o FC Porto por 3-1, atirando os portistas para fora da Taça da Liga, num jogo em que a eficácia açoriana fez a diferença.

Crónica: Eficácia do Santa Clara atira FC Porto para fora da Taça da Liga

Os golos do triunfo açoriano foram apontados por Chindris (17), Ricardinho (65) e Nené (90+6), tendo Taremi ainda chegado a reduzir para 2-1 para os 'dragões' (83).

Apesar do arranque forte do FC Porto no encontro, com várias investidas perigosas junto à área contrária, a primeira parte foi equilibrada, com o Santa Clara a não ter receio de jogar ‘olhos nos olhos’ diante dos ‘dragões'.

Aos 17 minutos, na sequência de um canto, Chindris inaugurou o marcador para a equipa da casa, através de um excelente remate à meia-volta dentro da área.

Ao longo do primeiro tempo, e depois de estar em vantagem, a formação açoriana recuou e juntou as linhas, mas evitou que o jogo decorresse perto da sua área. Ainda assim, o Santa Clara não deixou de criar lances de perigo através de contra-ataque.

O FC Porto, por outro lado, mostrou fragilidades defensivas e não foi capaz de penetrar na organização defensiva da equipa de Nuno Campos.

Para criar perigo, a equipa de Sérgio Conceição socorreu-se dos lances de bola parada ou de remates de fora da área. Aos 38 minutos, Fábio Vieira obrigou Ricardo Fernandes a uma defesa apertada, após um remate de livre direto.

Ao intervalo, Sérgio Conceição meteu em campo Sérgio Oliveira, Otávio e Luís Díaz e a equipa aumentou a intensidade do jogo.

Aos 51 minutos, após um excelente lance atacante dos portistas, Luís Díaz apareceu sozinho na área, mas não conseguiu finalizar.

Pouco depois, aos 56, novo lance perigoso para o FC Porto – que na segunda parte passou a entrar com muito mais facilidade na área contrária. Desta vez foi Toni Martinez a não acertar com o ‘alvo’.

Aos 65 minutos, o Santa Clara marcou a diferença face ao adversário pela eficácia. Ricardinho, depois de aproveitar um erro de Mbemba, fintou Marcano e atirou para o fundo das redes de Marchesín.

A partir do golo sofrido, o FC Porto balanceou a equipa para a frente, mas continuou a ter falta de critério no momento da finalização. Luís Diaz (75) e Taremi (80) apareceram em zona de perigo, mas não conseguiram acertar com as redes açorianas.

Aos 83 minutos, Taremi finalmente acertou com a baliza contrária: o avançado, após um ressalto, apareceu isolado na área e conseguiu bater Ricardo Fernandes.

Até ao final do encontro, o FC Porto carregou e obrigou o Santa Clara a sofrer, mas foram os açorianos a marcar. Aos 90+6, num contra-ataque rápido, Nené apareceu na área para fazer o 3-1 final.

Siga-nos no Facebook, no Twitter, no Instagram e no Youtube.

Relacionadas

Pode gostar de ler

Na Primeira Página