loading

Crónica: 'Dobradinha' para Estoril Praia ao conquistar Taça Revelação

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

O Benfica precisa de fazer uma revolução no plantel para a próxima época?

O Estoril Praia venceu hoje o Sporting de Braga por 3-0, após prolongamento, na final da Taça Revelação em futebol, para equipas sub-23, disputada no Estádio Municipal de Tábua, revalidando a ‘dobradinha’ de 2020/21.

Crónica: 'Dobradinha' para Estoril Praia ao conquistar Taça Revelação

Um golo de Rodrigo Ramos, aos 99 minutos, e um ‘bis’ de Serginho, aos 112 e 120 minutos, ambos de grande penalidade, já depois da expulsão do ‘arsenalista’ Diogo Fonseca, aos 104, deram o título aos ‘canarinhos’, que já haviam vencido a Liga Revelação.

O jogo de hoje foi a reedição da final do ano passado, que também terminou com um triunfo dos ‘canarinhos’, em Leiria, então por 2-1.

A primeira parte foi de grande equilíbrio e sem grandes oportunidades de golo, mas com o Estoril mais rematador, o primeiro por Tiago Santos, aos seis minutos, para defesa atenta de Bernardo Fontes.

O Sporting de Braga respondeu com investidas de André Lacximicant, sempre veloz pela esquerda, mas muito desapoiado e a ser presa fácil para a defesa estorilista.

A melhor oportunidade do primeiro tempo surgiu aos 40 minutos, com Ruben Pina a ganhar espaço na área e a rematar para um corte providencial de Diogo Fonseca. Na recarga, Diogo Batista obrigou o guarda-redes bracarense a uma grande defesa.

No segundo tempo, aos 55 minutos, Serginho, após bom trabalho individual, ficou em boa posição para marcar, mas Bernardo Fontes voltou a negar o golo ao Estoril Praia.

Apesar de ter mais posse de bola, o Sporting de Braga rematou pela primeira vez à baliza apenas aos 88 minutos, por André Lacximicant, mas para uma defesa fácil de Jota Oliveira.

No prolongamento, o Estoril Praia chegou ao golo com Rodrigo Ramos a finalizar uma assistência de Diogo Batista, após um bom trabalho pelo lado esquerdo, aos 99 minutos.

Aos 104 minutos, Diogo Fonseca viu o vermelho direto, na sequência de uma falta sobre Tiago Manso.

Já com o Sporting de Braga reduzido a 10 unidades, o Estoril Praia chegou aos 2-0, aos 112 minutos, na conversão de uma grande penalidade, marcada por Serginho, a castigar falta na área sobre Rodrigo Ramos.

Sobre o final, aos 120 minutos, os ‘canarinhos’ ainda chegaram ao terceiro tento, em novo penálti concretizado por Serginho, que, desta vez, também sofreu a falta.

Siga-nos no Facebook, no Twitter, no Instagram e no Youtube.

Relacionadas

Na Primeira Página