loading

Crónica: Iuri Moreira salta do banco para dar título de sub-19 ao Benfica

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

Quem está a reforçar-se melhor no mercado?

O jogador Iuri Moreira saiu hoje do banco de suplentes para garantir o título de campeão nacional de juniores para o Benfica, com dois golos decisivos no triunfo por 3-0 frente ao Sporting de Braga.

Crónica: Iuri Moreira salta do banco para dar título de sub-19 ao Benfica

Com o FC Porto a golear o Estoril Praia no Olival, os ‘encarnados’ estavam obrigados a vencer o Sporting de Braga, no Seixal, mas só conseguiram chegar ao golo depois de Iuri Moreira ser lançado, aos 84 minutos, para o lugar de Pedro Santos, e dar uma volta completa ao encontro.

Após uma sucessão de oportunidades falhadas pelos ‘encarnados’, Iuri Moreira (87) marcou no primeiro remate que fez à baliza bracarense e ‘bisou’ dois minutos depois, na recarga a um cabeceamento de Franculino Djú, que acertou no poste.

Djú (90+5) acabaria por fechar as contas quando, no Benfica Campus, os adeptos já festejavam o título nas bancadas, conhecedores do 6-0 final do FC Porto, que não chegava para anular a desvantagem de quatro golos de diferença entre os dois conjuntos (ficou 35-12 contra 29-9).

Sem depender apenas de si próprio para garantir o título, o Benfica entrou num ritmo brando e só à passagem da meia hora de jogo conseguiu ‘encostar’ o Sporting de Braga à sua zona mais recuada, mas sem que daí resultassem muitos lances de perigo.

A primeira grande oportunidade, de resto, pertenceu a Hugo Félix (38 minutos), que recebeu uma bola à entrada da grande área, em zona frontal, e ‘disparou’ à meia volta para uma boa defesa de João Carvalho, num lance que arrancou aplausos ao seu irmão, João Félix, na tribuna do Seixal.

No segundo tempo, sucederam-se as oportunidades para a equipa de Luís Araújo, mas a inspiração do guarda-redes bracarense João Carvalho impediu os ‘encarnados’ de chegar ao golo mais cedo.

O guarda-redes arsenalista negou o golo a João Resende (58 e 68 minutos), Diego Moreira (70) e a Franculino Djú (85), assistido por Iuri Moreira, que já começava a dar mostras de inconformismo, apenas um minuto após render Pedro Santos.

O avançado acabaria por ‘desatar’ o marcador pouco depois e precipitar os festejos do Benfica, que recebeu a taça de campeão nacional de sub-19 em pleno relvado, no Seixal.

Siga-nos no Facebook, no Twitter, no Instagram e no Youtube.

Relacionadas

Na Primeira Página