loading

Crónica: 'Bis' de Kudus em triunfo do Gana sobre a Coreia do Sul de Paulo Bento

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

Quem é o principal responsável pela eliminação de Portugal do Mundial no Qatar?

O Gana, com um ‘bis’ de Kudus, reentrou hoje na luta pelo apuramento no Mundial do Qatar à custa de Paulo Bento, batendo a Coreia do Sul, por 3-2, num emocionante jogo da segunda jornada do Grupo H.

Crónica: 'Bis' de Kudus em triunfo do Gana sobre a Coreia do Sul de Paulo Bento

Em Doha, após já ter marcado frente a Portugal, Kudus ‘faturou’ aos 34 e 68 minutos, incluindo o golo do triunfo ganês, e tornou-se no primeiro jogador de sempre do seu país a bisar em Campeonatos do Mundo.

Salisu tinha aberto o marcador aos 24 minutos, enquanto a Coreia do Sul ainda protagonizou uma excelente recuperação na segunda parte, com dois golos do avançado Cho Gue-sung, aos 58 e 61, que na altura deixou a equipa de Paulo Bento ainda com esperança de poder chegar ao triunfo.

Tal como Kudus, Cho também passou a ser o primeiro jogador da Coreia do Sul a marcar dois golos a este nível.

Foi um jogo ingrato para a equipa do técnico português, que acabou expulso no fim por protestos, já que a Coreia do Sul merecia no mínimo o empate, com a Gana a mostrar mais frieza na altura de atirar à baliza.

Os africanos igualaram provisoriamente Portugal com três pontos, enquanto a Coreia do Sul segue com apenas um e ficou em ‘maus lençóis’ na luta pelos oitavos de final, embora, para já, ainda não esteja eliminada.

Certo é que, na última jornada, Paulo Bento terá de bater a seleção portuguesa, que comandou entre 2010 e 2014, para depois ‘fazer as contas’.

Desde do apito inicial no Estádio Education City, a Coreia foi para cima do Gana, tomando conta da bola e, com dinâmica e com muita mobilidade dos seus jogadores ofensivos, foi lançando ataques à área africana, embora sem criar verdadeiros lances de perigo.

Por isso mesmo, quando Salisu deu vantagem ao Gana, aos 24 minutos, o ‘sabor’ foi de alguma injustiça, já que esse foi mesmo primeiro remate dos africanos em todo o jogo. Num livre, o central reagiu rápido a uma bola que ficou ‘embrulhada’ entre coreanos e ganeses e atirou certeiro.

A equipa de Paulo Bento ficou claramente ‘ferida’ com o golo sofrido e o Gana aproveitou para ganhar alguma ascensão na partida, aumentando a vantagem pouco depois, aos 34 minutos, com um cabeceamento de Kudus.

A Coreia do Sul chegava ao intervalo duramente em desvantagem, mas as palavras de Paulo Bento tiveram efeito nos asiáticos, que voltaram para a segunda parte novamente sem medo de partir para cima do Gana e, com justiça, num curto espaço de tempo, refizeram a igualdade, com um ‘bis’ de Cho Gue-Sung, que foi letal pelo ar, em dois cruzamentos feitos da esquerda.

Aos 58 minutos, o avançado de 24 anos antecipou-se com classe a um defesa adversário e, aos 61, ‘voou’ para a igualdade.

Tudo empatado no marcador e a Coreia do Sul parecia estar lançada para chegar à vantagem, mas o Gana respondeu novamente com frieza, desta vez num lance com muitas responsabilidades para a defensiva de Paulo Bento, que estava a ‘dormir’ e deixou Kudus completamente soltou na área para o 3-2.

Até final, a Coreia foi ‘sufocando’ o Gana, mas o guarda-redes Ati-Zigi foi-se mostrando seguro entre os postes do Gana, impendido, por exemplo, o ‘hat-trick’ a Cho.

Quando a equipa de Paulo Bento parecia ainda ter um canto a favor, que seria a última jogada da partida, inesperadamente o árbitro deu por terminado o jogo, para a ‘fúria’ do técnico português.

Bento acabou expulso e é quase certo que falhe o reencontro com Portugal.

Siga-nos no Facebook, no Twitter, no Instagram e no Youtube.

Relacionadas

Para si

Na Primeira Página