Crónica: Croácia domina, chega a 2-0 e acaba jogo em sofrimento

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

Após os primeiros jogos das competições nacionais e internacionais, quem está em melhor forma?

A Croácia desperdiçou hoje oportunidade soberana para garantir lugar nos oitavos de final do Euro2016 de futebol, ao empatar 2-2 com a República Checa, em jogo do grupo D, depois de ter estado a vencer por 2-0.
Crónica: Croácia domina, chega a 2-0 e acaba jogo em sofrimento

Em Saint-Etienne, a Croácia chegou aos 2-0 com tentos de Perisic, aos 37 minutos, e de Rakitic, aos 59, mas a República Checa respondeu e reduziu aos 76, com um golo de Milan Skoda, e igualou aos 90+3, através de Necid, na conversão de uma grande penalidade.

A seleção croata evidenciou manifesta superioridade sobre o adversário durante mais de dois terços da partida, materializou essa supremacia com dois golos, enjeitou algumas oportunidades para fazer o terceiro e acabou o jogo em sofrimento para evitar a derrota.

É um facto que o segundo golo checo, de penálti, aos 90+3 minutos, resultou de um disparate cometido pelo defesa central croata Domagoj Vida, que, ao saltar com um adversário, esticou o braço até à altura da cabeça deste e a bola tocou-lhe na mão, dando origem a um penálti perfeitamente evitável, mas há culpas coletivas a apontar.

Com efeito, a Croácia estava a dominar o jogo de forma tão manifesta que se convenceu que o tinha ganho e, nos últimos 20/25 minutos baixou claramente o ritmo e acabou por pagar um preço alto por isso.

A seleção checa não estava a mostrar capacidade para incomodar a defesa croata, mas, aos 76 minutos, Milan Skoda, que entrara aos 67 a render o ineficaz ponta de lança Lafata, reduziu para 2-1, numa cabeçada a culminar um cruzamento da direita, e trouxe de novo a República Checa à discussão do resultado.

Como sempre, nestas alturas, o aspeto psicológico tem uma influência determinante, os checos passaram a acreditar que era possível chegar ao empate, os croatas oscilaram na sua autoconfiança, numa altura em que estavam já em fase de ‘desaceleração’, e um jogo que parecia mais do que resolvido deixou de o estar.

Uma interrupção do jogo por vários minutos devido a tochas lançadas por adeptos croatas para o relvado, parece ter tido um efeito negativo nos jogadores croatas, a que se juntaria o erro grosseiro do central Vida, a ‘dar vida’ a uma equipa checa que parecia ‘morta’.

Siga-nos no Facebook, no Twitter, no Instagram e no Youtube.

Relacionadas

Pode gostar de ler

Na Primeira Página