loading

Nota: Caro visitante, o acesso à informação do nosso site é gratuita e de livre acesso. Tal só é possível exibindo anúncios a quem nos visita. Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios.

João Henriques: «O que define este jogo é o lance aos 43 minutos»

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Facebook

Outras Notícias

Sondagem

Quem tem o adversário mais acessível nas competições europeias?

Declarações de João Henriques, treinador do Santa Clara, após a derrota frente ao Benfica (0-2), da 17.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol, disputado hoje no Estádio de São Miguel.
João Henriques: «O que define este jogo é o lance aos 43 minutos»

"O primeiro golo surge num altura em que o jogo estava equilibrado, onde o Santa Clara estava a disputar o jogo olhos nos olhos com o Benfica, estava um jogo repartido e o erro individual deu o adiantamento do adversário na partida.

Mas o que define este jogo é o lance aos 43 minutos, da expulsão, e esse aí faz com que condicione muito aquilo que nós poderíamos fazer neste jogo, até porque jogar onze contra onze com um adversário como o Benfica é difícil e isso sim é o lance do jogo. Posso eventualmente dizer que é o lance que define o jogo, que termina exatamente nesse momento. Até aí, nós fomos uma equipa sempre predisposta a chegar perto da área do adversário, a jogar bem, a ter as nossas oportunidades, mas os erros nesta competição, e ainda para mais com equipas como o Benfica, pagam-se muito caros.

O sentimento de que estamos a perder 2-0 contra o Benfica com dez jogadores, com 45 minutos praticamente para jogar, é muito complicado e isso no íntimo e no subconsciente dos jogadores afeta claramente.

Obviamente que o nosso desejo é sempre vencer todo e qualquer jogo, até porque os três pontos em disputa são muito importantes para nós para o nosso objetivo. Nós queremos continuar a presentear os açorianos com bom futebol, com golos, com aquilo que temos feito em termos gerais, agora não tivemos oportunidade para pontuar com os três grandes.

Por causa de erros individuais, escorregar num campo que não está em condições de o fazer. Escorregamos nós, os jogadores do Benfica, isso causa erros individuais. Acho que não é bom para ninguém, sinceramente. Não há condições ideais para fazer mais do que nós fazemos e muito estamos nós a fazer, e isso é alerta que tenho feito."

Siga-nos no Facebook, no Google+ e no Twitter.

Relacionadas

Comentários

Na Primeira Página

Pode gostar de ler