loading

Nota: Caro visitante, o acesso à informação do nosso site é gratuita e de livre acesso. Tal só é possível exibindo anúncios a quem nos visita. Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios.

Covid-19: Biblioteca municipal de Mortágua cria serviço de ‘take away’ literário

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

Acha que Rúben Amorim é o homem certo para treinar a equipa do Sporting?

A biblioteca municipal de Mortágua criou um ‘take away’ literário e garantiu que como medida de proteção os livros devolvidos ficarão na biblioteca durante um mês.
Covid-19: Biblioteca municipal de Mortágua cria serviço de ‘take away’ literário

“A embalagem dos livros e a entrega são da responsabilidade da biblioteca. Cumpriremos todos os procedimentos de acordo com as medidas de proteção exigidas, quer para nós, como para vós. A entrega é feita de acordo com o vosso pedido”, explica a entidade municipal.

Na página oficial do Facebook da Câmara Municipal de Mortágua, está publicado um vídeo que mostra a forma como os livros são recolhidos das prateleiras e embalados para entregar em casa e, os “menus” são possíveis de fazer depois de aceder ao catálogo online (http://mortagua.bibliopolis.info).

“Em alternativa, podem enviar mensagem ou telefonar e indicarem-nos os nomes do(s) livro(s) ou tema(s) preferido(s). Nós embalamos e entregamos”, esclarece a página que disponibiliza o ‘e-mail’ ([email protected]) e o telefone (231 927 440), este entre as 09:00 e as 12:30 e as 14:00 e as 17:00 nos dias úteis.

À disposição do utente, a Biblioteca Municipal Branquinho da Fonseca tem o menu mini para crianças do pré-escolar, o menu médio a partir dos seis anos, o menu grande para jovens e o menu extra grande para os adultos.

“A recolha será feita após a receção da vossa mensagem por ‘e-mail’ ou telefone e, quando os ‘menus’ regressarem à biblioteca ficarão um mês sem voltarem a sair, pois queremos que todos fiquem bem”, esclarece.

Em Portugal, registaram-se 43 mortes, mais 10 do que na véspera (+30,3%), e 2.995 infeções confirmadas, segundo o balanço feito na quarta-feira pela Direção-Geral da Saúde, que identificou 633 novos casos em relação a terça-feira (+26,8%).

Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Relacionadas

Pode gostar de ler

Na Primeira Página