loading

Nota: Caro visitante, o acesso à informação do nosso site é gratuita e de livre acesso. Tal só é possível exibindo anúncios a quem nos visita. Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios.

Covid-19

Bruno Lage: «É um empate injusto, fomos claramente a melhor equipa em campo»

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

É justa a medida do Governo em autorizar o regresso I Liga e impedir a II Liga?

Declarações de Bruno Lage, treinador do Benfica, no final do encontro Benfica-Tondela (0-0), da 25.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol, disputado no Estádio da Luz.
Bruno Lage: «É um empate injusto, fomos claramente a melhor equipa em campo»

“É um empate injusto, fomos claramente a melhor equipa em campo, criámos várias oportunidades, temos condições para jogar ainda melhor, mas, pelo volume de oportunidades que tivemos, merecíamos ter vencido. Não deu para ganhar o jogo e para passar para a frente do campeonato.

As equipas vêm de uma paragem muito prolongada de três meses. Tivemos oportunidade de começar a trabalhar em campo há quatro semanas; primeiro em treino individual e depois em treino coletivo. Na pré-época fizemos uns nove jogos de treino e agora não foi possível, mas o mais importante é perceber o que temos de fazer. Acredito muito que a equipa vai crescer, trazer um ritmo mais veloz, senti a equipa a crescer na circulação da bola, chegámos aos corredores, jogámos por dentro, por fora, e a chegar à área do Tondela. Não permitimos que o Tondela saísse em transição, onde é forte, e jogámos os últimos 30 minutos em cima da sua área.

Faltam nove jogos, temos de fazer o nosso trabalho e não nos preocuparmos com o nosso adversário. Se calhar, a oportunidade que nos foi dada ontem, desperdiçámos hoje, e quando empatámos em Setúbal, o FC Porto também não ganhou. Tudo fizemos para não tropeçarmos. Não temos margem nenhuma, temos de vencer o próximo jogo.

Em todo o lado na minha vida quando sentia que não era solução e que a qualidade do trabalho não é a mesma, é ponto assente. Já uma vez pedi para sair quando pensava que precisava de respirar. Os adeptos não se preocupem, têm aqui uma pessoa dedicada. Quando sentir que pela minha voz e pela minha competência a evolução não é possível…

Não faltou alma ao Benfica, faltou a massa humana de 60 mil pessoas a puxar pela equipa. Seguramente seria um tónico para a equipa ter mais motivação, mas não justifica o nosso resultado”.

Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Relacionadas

Pode gostar de ler

Na Primeira Página