loading

Nota: Caro visitante, o acesso à informação do nosso site é gratuita e de livre acesso. Tal só é possível exibindo anúncios a quem nos visita. Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios.

Covid-19

Taça de Inglaterra: Arsenal, Chelsea e Manchester City nas 'meias'

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

É justa a medida do Governo em autorizar o regresso I Liga e impedir a II Liga?

O Arsenal, o Chelsea e o Manchester City juntaram-se hoje ao Manchester United nas meias-finais da Taça de Inglaterra em futebol, em jogos que continuam sem adeptos face à pandemia da covid-19.
Taça de Inglaterra: Arsenal, Chelsea e Manchester City nas 'meias'

Sem Cedric Soares, que recupera de fratura no nariz, o Arsenal só nos descontos garantiu o triunfo, por 2-1, em casa do Sheffield United.

Nicolas Pépé, de penálti, colocou os ‘gunners’ na frente, contudo McGoldrick, aos 87, após alívio infeliz de um contrário, igualou e ameaçou levar o encontro para tempo extra.

No primeiro minuto dos cinco de descontos concedidos pelo árbitro, e em lance de insistência, Dani Ceballos resolveu para o Arsenal, com um remate na direita, já com pouco ângulo.

O Chelsea ganhou por 1-0 em casa do Leicester, desfalcado do lateral-direito português Ricardo Pereira, que sofreu uma lesão grave no joelho.

O suplente Ross Barkley resolveria o encontro aos 63 minutos, em antecipação a um contrário após cruzamento de Willian na direita.

O Manchester City adiantou-se em casa do Newcastle com penálti de De Bruyne, aos 37 minutos, e, aos 68, foi Sterling, de fora da área, a tirar um adversário do caminho e rematar forte, fazendo o 2-0 que valeria a qualificação.

Bernardo Silva e João Cancelo foram suplentes, entrando aos 64 e 71 minutos, respetivamente.

No sábado, com Bruno Fernandes e Diogo Dalot a titulares, o Manchester United sofreu para ganhar, por 2-1, no reduto do Norwich, impondo-se já no final do prolongamento, aos 117 minutos, e com um jogador a mais, desde os 89 minutos.

Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Relacionadas

Pode gostar de ler

Na Primeira Página