loading

Nota: Caro visitante, o acesso à informação do nosso site é gratuita e de livre acesso. Tal só é possível exibindo anúncios a quem nos visita. Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios.

Covid-19

Tondela: Treinador pede fé, equilíbrio emocional e alguma sorte ante o Famalicão

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

É justa a medida do Governo em autorizar o regresso I Liga e impedir a II Liga?

O treinador do Tondela, Natxo González, disse hoje que a equipa precisa de fé, equilíbrio emocional e alguma sorte na receção ao Famalicão, em jogo da 30.ª jornada da I Liga portuguesa.

“Não perder a fé e seguir o caminho que estamos a fazer. Queremos continuar o caminho a manter o nível que tivemos na maioria dos jogos e mentalmente estar limpos para tomar boas decisões, tanto defensivas como ofensivas. E um pouco de sorte”, defendeu Natxo González.

Em videoconferência de antevisão ao jogo da 30.ª jornada, que se disputa no domingo, às 19:15, no Estádio João Cardoso, o técnico espanhol disse que, “para somar pontos até ao final, a equipa precisa de confiar, sacrificar-te, de solidariedade, esperança e encontrar o nível ótimo emocional”.

“A mensagem de equilíbrio emocional [para os jogadores] é a mais importante até ao final da época. (...) Muitas destas partidas decidem-se por detalhes e as tomadas de decisão são decisivas”, argumentou.

Nesse sentido, o treinador da equipa beirã assumiu que “o foco é muito importante” e o Tondela “está focado no que depende dele” e está a preparar o jogo de domingo “o melhor possível, para fazer as coisas bem, para ter mais possibilidade de ganhar”.

“Sabemos que defensivamente temos de estar bem e ofensivamente melhorar a eficácia na baliza contrária e esse é o objetivo para poder ganhar”, disse.

Numa alusão ao jogo da primeira volta, em casa do Famalicão, em que venceu por 3-2, Natxo González admitiu que “é muito difícil para o Tondela marcar três golos”, mas também lembrou que “será um jogo diferente”.

“É verdade que o Famalicão faz muitos golos, é uma equipa muito ofensiva, porque tem jogadores de grande nível e isso pode provocar um jogo de parada e resposta, mas nós também somos fortes, portanto, vamos ver”, acrescentou.

Na jornada seguinte, o Tondela recebe o FC Porto e, questionado sobre estes dois jogos, o técnico insistiu que o foco “está no jogo de amanhã [domingo] com o Famalicão, que é uma partida muito difícil, uma grande equipa a lutar pela Europa”.

“Temos de ‘sacar’ pontos. Vamos ter dois rivais muito poderosos, que estão a lutar por objetivos muito ambiciosos. Independentemente de ser em casa ou fora, temos de ‘sacar’ pontos e o próximo é o Famalicão e temos de nos focar só neles. Depois pensamos no FC Porto. Mas, insisto, temos de somar [pontos], independentemente do nível dos rivais”, reforçou.

O Tondela, 15.º classificado, com 30 pontos, recebe no domingo, pelas 19:15, no Estádio João Cardoso, o Famalicão, na sexta posição, com 45 pontos, em encontro da 30.ª jornada da I Liga de futebol.

Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Relacionadas

Pode gostar de ler

Na Primeira Página