loading

Nota: Caro visitante, o acesso à informação do nosso site é gratuita e de livre acesso. Tal só é possível exibindo anúncios a quem nos visita. Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios.

Covid-19

I Liga: Benfica procura o seu melhor arranque em 38 anos

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

Após os primeiros jogos das competições nacionais e internacionais, quem está em melhor forma?

O Benfica procura na segunda-feira, na receção ao Belenenses SAD, o melhor arranque na I Liga portuguesa de futebol em 38 anos, mais precisamente desde que somou cinco vitórias nas primeiras cinco jornadas em 1982/83.
I Liga: Benfica procura o seu melhor arranque em 38 anos

Nessa temporada, sob o comando do sueco Sven-Goran Eriksson, os ‘encarnados’ conseguiram o seu último pleno após as cinco rondas iniciais, sendo que, na sua história, em 86 presenças, isso só aconteceu oito vezes (9,3%).

Após o feito de 1982/83, o Benfica não logrou melhor do que somar quatro triunfos e uma igualdade a abrir o campeonato luso, o que aconteceu em 11 ocasiões, incluindo três na primeira passagem de Jorge Jesus (2009/10, 2011/12 e 2014/15) e outras tantas nas últimas quatro épocas (2016/17 a 2018/19).

Desta vez, as ‘águias’ podem fazer melhor, já depois de terem selado o melhor começo após quatro jornadas desde 2002/03, com triunfos em Famalicão (5-1), na receção a Moreirense (2-0) e Farense (2-3) e no reduto do Rio Ave (3-0), no domingo.

O Belenenses SAD, do ex-campeão nacional pelo Benfica Petit, é o adversário que separa os ‘encarnados’ de novo registo histórico, um ‘cinco em cinco’ que igualaria 1936/37, 1942/43, 1951/52, 1960/61, 1963/64, 1972/73, 1980/81 e 1982/83.

Quando começou com cinco vitórias de ‘rajada’, o conjunto da Luz acabou campeão em sete ocasiões, falhando apenas em 1951/52, ao terminar em segundo, a um ponto do Sporting, numa época em que o treinador inglês Ted Smith deixou o clube e acabou por voltar.

Nas outras seis vezes, o Benfica venceu a prova, sendo que só por duas vezes ‘parou’ nas cinco vitórias, em 1960/61, época do primeiro de dois títulos europeus seguidos, e em 1963/64.

O recorde, que também é o do campeonato, e, provavelmente, sê-lo-á para sempre, aconteceu em 1972/73, com os comandados de Jimmy Hagan a vencerem os primeiros 23 jogos. E à 23.ª jornada, a sete do fim, o título foi assegurado.

Na parte, final, o Benfica empatou 2-2 no reduto do FC Porto, na ronda 24, culpa de um golo de Flávio aos 86 minutos, e 0-0 na Tapadinha, com o Atlético, na 29.ª, para fechar com 28 vitórias e duas igualdades, o melhor registo da história da I Liga.

A segunda melhor marca de sempre é precisamente a de 1982/83, época em que o Benfica venceu os primeiros 11 encontros, somando ainda sete em 1942/43 e 1980/81 e seis em 1936/37 e 1951/52.

Depois de cinco húngaros, dois ingleses e um sueco, Jorge Jesus, o mais titulado dos treinadores da história do Benfica (10 troféus), pode tornar-se o primeiro técnico português a arrancar com cinco triunfos no Benfica.

Numa época que começou com desilusão, o desaire por 2-1 no reduto do PAOK que custou um prematuro adeus à Liga dos Campeões, o conjunto da Luz tem à sua mercê um registo que tem sido, para si, invulgar no campeonato, mas que, desde 1982/83, foi alcançado em 12 ocasiões por outras formações.

O FC Porto conseguiu-o sete vezes (1983/84, 1990/91, 1994/95, 1997/98, 2007/08, 2010/11 e 2017/18), o Sporting cinco (1984/85, 1985/86, 1990/91, 1993/94 e 2017/18), a derradeira com Jesus, e o Sporting de Braga uma (2009/10).

Das 12 séries de cinco vitórias, oito foram alargadas, quatro até seis triunfos, duas até sete, uma até oito, do FC Porto, em 2007/08, e uma até 11, obra do Sporting, comandado pelo brasileiro Marinho Peres, em 1990/91.

Os ‘leões’ só foram travados à 12.ª ronda, em Chaves, onde empataram 2-2, depois de terem estado a vencer por 2-0. Acabaram por perder a invencibilidade na 14.ª, nas Antas (0-2), e fecharam o campeonato em terceiro, a 13 pontos do campeão Benfica.

Para já, na segunda-feira, o conjunto de Jorge Jesus pode somar o quinto triunfo em cinco jogos, num embate que fecha a quinta ronda, pelas 20:15, no Estádio da Luz, em Lisboa.

Programa da jornada:

Sexta-feira, 23 de Outubro de 2020
Tondela - Portimonense, 1 - 0

Sábado, 24 de Outubro de 2020
Nacional - Paços Ferreira, 1 - 1
Santa Clara - Sporting, 1 - 2
FC Porto - Gil Vicente, 1 - 0

Domingo, 25 de Outubro de 2020
Farense - Rio Ave, 0 - 1
Moreirense - Marítimo, 2 - 1
Famalicão - Boavista, 2 - 2
V. Guimarães - Sp. Braga, 0 - 1

Segunda-feira, 26 de Outubro de 2020
Benfica - B SAD, 2 - 0

Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Relacionadas

Pode gostar de ler

Na Primeira Página