loading

Nota: Caro visitante, o acesso à informação do nosso site é gratuita e de livre acesso. Tal só é possível exibindo anúncios a quem nos visita. Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios.

Covid-19

Crónica: Estoril Praia derruba Rio Ave com triunfo cimentado em meia hora eficaz

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

Após os primeiros jogos das competições nacionais e internacionais, quem está em melhor forma?

O Estoril Praia, líder da II Liga, surpreendeu hoje o primodivisionário Rio Ave, vencendo por 2-1 nos oitavos de final da Taça de Portugal de futebol e garantindo a passagem aos ‘quartos’, nos quais vai encontrar o Marítimo.
Crónica: Estoril Praia derruba Rio Ave com triunfo cimentado em meia hora eficaz

Os ‘canarinhos' cimentaram o triunfo com dois golos apontados na primeira parte, por Yakubu Aziz, aos 14 minutos, e André Vidigal, aos 31, a que Rio Ave só conseguiu reagir na segunda metade, com um tento de Gelson Dala, aos 65.

Com este triunfo, o Estoril Praia, que lidera o segundo escalão nacional e já tinha eliminado o Boavista, também da I Liga, tem, agora, encontro marcado nos quartos de final com o também primodivisionário Marítimo, numa partida que será realizada na Madeira, entre 27 e 29 janeiro.

Neste desafio, os vila-condenses até entraram a criar perigo nos primeiros segundos, com uma iniciativa de Carlos Mané, que teve um corte decisivo de Marcos Valente, galvanizando os visitantes a assentar o seu futebol e impor um equilíbrio.

Apesar de o Rio Ave pisar mais vezes a área contrária, o Estoril Praia mostrava-se mais incisivo nas saídas ofensivas e, ainda do quarto de hora, num contra-ataque desenhado por André Vidigal, chegou à vantagem, após desvio de Yakubu Aziz, que se antecipou aos centrais, para fazer o 1-0.

O tento sofrido paralisou os nortenhos, que não conseguiram responder à contrariedade, sendo enredados por um futebol envolvente do adversário, o que apenas Meshino tentou contrariar, com um par de remates, mas sem a melhor direção.

A formação da II Liga mostrava-se confortável no jogo, e à passagem da meia hora, na sequência de um pontapé canto, voltou a surpreender o adversário, desta vez com André Vidigal aproveitar um ressalto para fazer o 2-0, com um remate à entrada da área.

Com mais esta contrariedade, o técnico dos vila-condenses nem esperou pelo intervalo para mexer na equipa, lançado Gabrielzinho e Gelson Dala para os lugares de Diogo Teixeira e Meshino, numa alteração que deu mais presença ofensiva à equipa.

Já no arranque do segundo tempo, Ivo Pinto, num remate de longe, para defesa do guarda-redes Thiago Silva, corporizou a reposta do Rio Ave, mas o Estoril Praia respondeu à altura, ameaçando o 3-0, numa iniciativa de André Vidigal, que na altura do remate falhou o alvo por pouco.

Aos 55 minutos, Gelson Dala chegou mesmo a introduzir a bola na baliza contrária, mas a jogada foi anulada por fora do jogo do angolano, num lance que, ainda assim, motivou o conjunto da foz do Ave a empurrar o adversário para perto da sua baliza.

Já depois de Carlos Mané e Fábio Coentrão, com remates de longe, terem deixando ameaças, o Rio Ave conseguiu mesmo relançar a eliminatória aos 65 minutos, com Gelson Dala desviar de cabeça um cruzamento de Ivo Pinto para o 2-1.

Percebendo a reação do Rio Ave, o Estoril Praia foi tentando travar o ritmo de jogo, e, apesar dos nortenhos se terem instalado na área contrária e pressionado o adversário nos últimos minutos, a coesão dos ‘canarinhos' conseguiu segurar a vantagem e a passagem aos quartos de final.

Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Relacionadas

Pode gostar de ler

Na Primeira Página