loading

Nota: Caro visitante, o acesso à informação do nosso site é gratuita e de livre acesso. Tal só é possível exibindo anúncios a quem nos visita. Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios.

Covid-19

Boavista pede reunião com caráter de urgência ao conselho de arbitragem

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

Após os primeiros jogos das competições nacionais e internacionais, quem está em melhor forma?

O Boavista vai pedir uma reunião com caráter de urgência ao Conselho de Arbitragem, após o jogo da 14.ª jornada da I liga de futebol, em que perdeu 3-1 com o Tondela, disse fonte da SAD 'axadrezada'.
Boavista pede reunião com caráter de urgência ao conselho de arbitragem

“O Boavista FC vai pedir uma reunião com caráter de urgência ao Conselho de Arbitragem, com o objetivo de ver esclarecidos os critérios de arbitragem que têm sido colocados em prática nos jogos em que a nossa equipa participa na Liga NOS”, adiantou à agência Lusa aquela fonte da SAD do Boavista.

Em causa, está o jogo disputado na noite de sábado no Estádio João Cardoso, em que, além da derrota, o Boavista jogou praticamente 80 minutos com menos um jogador e cerca de uma hora com menos dois.

Cristian Devenish foi expulso com vermelho direto, aos 11 minutos, e Chidozie Awaziem, aos 30, ambos por faltas cometidas junto da grande área ‘axadrezada’ sobre adversários que se encaminhavam isolados para a sua baliza.

Na conferência de imprensa após o jogo, o técnico principal do Boavista, Jesualdo Ferreira, disse que os cartões vermelhos aconteceram por “alguma ingenuidade vinda de trás”.

Sobre a segunda expulsão, Jesualdo Ferreira disse que lhe “parece que começa fora da área e acaba por cair dentro da área”, o que levou à marcação por parte do árbitro, Gustavo Cardoso, de grande penalidade.

Um penálti marcado por Enzo Martinez convertido em golo, mas que acabou por ser anulado pelo árbitro por ter tocado na bola com os dois pés.

“Palavra de honra, nunca me tinha acontecido um tipo 'chutar' com os dois pés e o golo ser anulado e eu disse, bem, Deus escreveu direito por linhas tortas”, reagiu Jesualdo Ferreira na conferência de imprensa após o jogo.

Uma derrota que deixa o Boavista com 11 pontos e na zona de despromoção, em 18.º e último lugar, enquanto os três pontos conquistados pelo Tondela ‘lançaram’ o clube ‘beirão’ para o nono lugar provisório, com 15 pontos.

Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Relacionadas

Pode gostar de ler

Na Primeira Página