loading

Mundial clubes: Lewandowski diz que equipa do Bayern será «recordada por muito tempo»

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

Após os primeiros jogos das competições nacionais e internacionais, quem está em melhor forma?

O avançado polaco Robert Lewandowski afirmou hoje que a atual equipa do Bayern de Munique vai ser «recordada por muito tempo», depois de ter conquistado o Mundial de clubes de futebol, o sexto troféu relativo a 2020.
Mundial clubes: Lewandowski diz que equipa do Bayern será «recordada por muito tempo»

“Conseguir seis troféus seguidos é algo muito especial. Acho que é um dos maiores feitos que se pode alcançar no futebol. A nossa equipa vai ser recordada por muito tempo”, afirmou o ponta-de-lança do Bayern e melhor jogador do mundo em 2020, após o triunfo sobre o Tigres (1-0), na final do Mundial de clubes.

Com a vitória na competição, o Bayern de Munique somou o sexto troféu relativo ao ano passado, juntando-o aos da Liga dos Campeões, Supertaça Europeia, campeonato alemão, Taça da Alemanha e Supertaça alemã.

Por seu lado, o treinador dos bávaros, Hans-Dieter Flick, destacou a “entrega e força dos jogadores”, que jogaram “nos limites”, considerando “fantástico” o desempenho dos campeões europeus e mundiais.

Já o médio Joshua Kimmich, que teve um golo anulado durante a final, disse que o Bayern “lutou muito por conquistar este título” e que “mereceu vencer a final”.

Do lado do Tigres, o central Carlos Salcedo referiu que os mexicanos jogaram “sempre de cabeça erguida”, perante um “adversário muito difícil”, e deixou um desejo: “Espero que tenhamos uma nova oportunidade de jogar contra eles.”

O Bayern Munique conquistou hoje a edição 2020 do Mundial de clubes de futebol, adiada para 2021 devido à pandemia da covid-19, ao bater na final o Tigres por 1-0.

Um golo do defesa direito francês Benjamin Pavard, aos 59 minutos, selou o triunfo do conjunto alemão, que somou o oitavo triunfo consecutivo da Europa na prova e sucedeu aos ingleses do Liverpool.

A formação egípcia do Al-Ahly conquistou o terceiro lugar, ao bater o Palmeiras, do treinador português Abel Ferreira, por 3-2 nos penáltis, após 0-0 nos 90 minutos. Foi a primeira formação sul-americana a falhar o pódio, à 17.ª edição.

Siga-nos no Facebook, no Twitter, no Instagram e no Youtube.

Relacionadas

Pode gostar de ler

Na Primeira Página