Itália: Andrea Pirlo deixa de ser treinador da Juventus após a época de estreia

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

Após os primeiros jogos das competições nacionais e internacionais, quem está em melhor forma?

Andrea Pirlo deixou o comando técnico da Juventus, no fim da primeira época como treinador de futebol, em que falhou a conquista do título em Itália, após nove ‘scudettos’ consecutivos da ‘Juve’, anunciou hoje o clube de Turim.
Itália: Andrea Pirlo deixa de ser treinador da Juventus após a época de estreia

“Obrigado, Andrea. Estas são as primeiras palavras que devemos dizer no final desta experiência especial que vivemos em conjunto”, refere o clube no qual alinha o avançado internacional português Cristiano Ronaldo, em nota publicada no seu sítio oficial na internet.

A Juventus sublinhou a “coragem” de Andrea Pirlo, antigo internacional italiano e “um símbolo do futebol”, em assumir o comando da equipa, num contexto de pandemia de covid-19, em que foi “necessário, inventar regras dia após dia”.

Num ciclo em que detinha a hegemonia do futebol italiano, o desempenho da equipa no campeonato foi dececionante, com a ‘Juve’ a terminar em quarto lugar, posição que apenas garantiu na última jornada e porque o Nápoles empatou.

Foi preciso esperar pela última jornada para que a equipa assegurasse a vaga de acesso à próxima edição da Liga dos Campeões, ao vencer fora o Bolonha (4-1), num jogo em que Pirlo deixou no banco de suplentes Cristiano Ronaldo, melhor marcador da Série A, ultrapassando os napolitanos.

Na época 2020/21, também a Liga dos Campeões foi um fracasso, com a eliminação logo nos oitavos de final, diante do FC Porto.

No Estádio do Dragão, a equipa perdeu por 2-1, e, em Turim, empatou a eliminatória no tempo regulamentar, mas acabou eliminada após prolongamento, mesmo vencendo por 3-2, com o FC Porto a garantir o apuramento face aos golos marcados fora.

O desempenho de Pirlo e da Juventus saldou-se pela conquista da Taça de Itália, em que venceu a Atalanta na final, por 2-1, e a Supertaça italiana, ao bater o Nápoles, por 2-0.

“E como no futebol o que conta são as vitórias que ficam no quadro, vamos lembrar: em poucos meses a sua ‘Juve’ levantou dois troféus e trouxe vitórias brilhantes nos mais prestigiados relvados, de San Siro a Camp Nou”, assinalou o clube, em alusão às meias-finais da Taça, com o Inter (2-1), e à vitória em casa do FC Barcelona (3-0), na fase de grupos da ‘Champions’, embora também tenha perdido com o ‘Barça’, em casa.

Siga-nos no Facebook, no Twitter, no Instagram e no Youtube.

Relacionadas

Pode gostar de ler

Na Primeira Página