Cônsul de Portugal joga pela Guiné-Bissau em partida de futebol de beneficência

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

Após os primeiros jogos das competições nacionais e internacionais, quem está em melhor forma?

O cônsul de Portugal na Guiné-Bissau, José Costa, vestiu hoje a camisola da seleção guineense de futebol, num jogo de beneficência organizado pela federação para ajudar um antigo atleta doente.
Cônsul de Portugal joga pela Guiné-Bissau em partida de futebol de beneficência

A partida realizou-se no Estádio Lino Correia em Bissau, pondo frente a frente as seleções de jogadores guineenses que militam no estrangeiro contra os que jogam no campeonato guineense de futebol.

A convite do presidente da federação, Carlos Teixeira, o cônsul de Portugal vestiu a camisola número 17 dos “Djurtus” (nome oficial da seleção Guiné-Bissau) durante 15 minutos, ao lado da seleção de jogadores que evoluem no estrangeiro, maioritariamente em clubes portugueses.

Ao ser substituído, juntamente com o presidente da federação guineense, que estava na seleção de jogadores locais, José Costa foi objeto de ovação por parte das cerca de 500 pessoas no estádio que, passados 36 anos, voltou a receber um jogo à noite.

Em declarações à Lusa, o primeiro cônsul de Portugal a vestir a camisola oficial de uma seleção da Guiné-Bissau disse ter aderido à iniciativa com “muito prazer, em nome da solidariedade”, mas também “dadas as excelentes relações” que o consulado mantém atualmente com a federação.

“Tive muito gosto em ter esta camisola de um país com a qual temos muitas e boas relações”, notou José Costa, quando confrontado com o facto de ser o primeiro cônsul de Portugal a envergar a camisola dos “Djurtus”.

Visivelmente satisfeito com a iniciativa, o presidente da federação guineense de futebol, Carlos Teixeira, afirmou à Lusa que decidiu convidar o cônsul de Portugal para que possa “também estar presente num ato de solidariedade”.

“Convidamos o senhor cônsul em nome da solidariedade. Um ato de salvar vidas, de ajudar, deve contar com todos”, observou Carlos Teixeira.

As receitas do jogo revertem para um antigo jogador doente, atualmente em tratamento médico em Espanha, que está a ser pago pela federação.

O jogo também marca a retoma da iluminação elétrica no Lino Correia.

Siga-nos no Facebook, no Twitter, no Instagram e no Youtube.

Relacionadas

Pode gostar de ler

Na Primeira Página