loading

Angola: Luís Gonçalves atribui favoritismo ao Petro de Luanda para reconquista do Girabola

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

Quem é o principal responsável pela eliminação de Portugal do Mundial no Qatar?

O treinador português ao serviço do Interclube, Luís Gonçalves, atribuiu favoritismo ao campeão Petro de Luanda, liderado pelo compatriota Alexandre Santos, para a reconquista do campeonato angolano.

Angola: Luís Gonçalves atribui favoritismo ao Petro de Luanda para reconquista do Girabola

“O Petro de Luanda, naturalmente, por força das condições que tem, por força do seu orçamento, e por força de ser o campeão em título e pela vantagem pontual, é o principal favorito a vencer o Girabola, contudo, falta a segunda volta”, reconheceu.

Quanto ao Interclube, disse sentir-se satisfeito pelo quarto lugar alcançado na primeira volta do campeonato angolano, com 28 pontos.

“O balanço é positivo, claramente. Estamos no quarto lugar, com 28 pontos, a dois do 1.º de Agosto, que está em terceiro embora ainda tenha um jogo em atraso, mas penso que o balanço é bastante positivo. O importante é continuarmos a melhorar o nosso desempenho e, acima de tudo, a eficácia, porque o volume de oportunidades criadas não está de acordo com os golos marcados e aí temos de ser mais eficazes”, notou.

Já no capítulo defensivo, segundo Luís Gonçalves, “toda a equipa está a corresponder”. “Aliás, estamos há vários jogos consecutivos sem sofrer golos, mas ainda muita coisa ainda por fazer e melhorar”, acrescentou.

Em relação à segunda volta do Girabola, que arranca dentro de dias, o treinador português, que assumiu o comando da equipa angolana há dois meses, reconheceu que a sua equipa vai enfrentar muitas dificuldades, mas prometeu uma equipa mais competitiva.

“ Espera-se, naturalmente, um Interclube muito competitivo e ambicioso, que vai procurar vencer todos os jogos, jogar bom futebol e também valorizar os jogadores”, enumerou.

Luís Gonçalves não se pronunciou sobre reforços e dispensas, para a segunda volta, mas, por outro lado, disse esperar por ver melhorias na arbitragem angolana.

“O que me parece, e com todo respeito, é que a nível da arbitragem as coisas podem ser um pouco melhores, mas também acredito que muitas vezes os árbitros não têm um papel fácil, por várias razões, como, por exemplo, o comportamento dos treinadores no banco, dos dirigentes, a pressão do público e muito mais. Mas parece-me que neste capítulo tem de se apostar um pouco mais para que a arbitragem seja um pouco mais efetiva”, manifestou, em declarações à Lusa.

Luís Gonçalves substituiu o compatriota Rogério Gonçalves no comando da equipa angolana, em novembro de 2022, após o seu antecessor, que liderou o conjunto por quatro meses, rescindir o contrato por razões familiares.

Siga-nos no Facebook, no Twitter, no Instagram e no Youtube.

Relacionadas

Para si

Na Primeira Página