loading

Palancas Negras brilham na CAN: Pedro Gonçalves guia Angola para os quartos da prova

Angola, terra de fervor futebolístico, está a deixar a sua marca na atual edição da Taça das Nações Africanas (CAN), protagonizando uma caminhada histórica que reacende a paixão dos Palancas Negras.

Palancas Negras brilham na CAN: Pedro Gonçalves guia Angola para os quartos da prova

Esta edição da CAN ficará para sempre na memória dos angolanos. Sob o comando do treinador Pedro Gonçalves, a equipa alcançou um feito inédito ao chegar aos quartos de final.

O triunfo convincente de 3-0 sobre a Namíbia não só marcou a primeira vez que Angola avançou para a fase a eliminar, mas também deixou uma marca indelével na procura pela excelência desportiva.

O jogo dos oitavos de final começou de forma disputada, com ambas as equipas a lutarem para encontrar espaço e criar oportunidades de golo.

No entanto, a partida tomou um rumo inesperado aos 14 minutos, quando o guarda-redes angolano Neblú foi expulso após defender com as mãos fora da área.

Apesar de ficarem reduzidos a dez jogadores, os Palancas Negras não se deixaram abater

Aos 38 minutos, Gelson Dala, conhecido no futebol português pela sua passagem pelo Sporting, agora ao serviço do Al-Wakrah, do Qatar, marcou o primeiro golo do jogo, colocando Angola em vantagem após uma assistência de Fredy.

Pouco depois, aos 40 minutos, a Namíbia também ficou reduzida a dez jogadores, o que equilibrou as condições em campo. Aproveitando a oportunidade, Gelson Dala voltou a marcar, desta vez de cabeça, ampliando a vantagem para 2-0 antes do intervalo.

No segundo tempo, a Namíbia tentou reagir, mas foi Angola que voltou a marcar aos 66 minutos, num contra-ataque conduzido por Gelson Dala, que assistiu Mabululu para o terceiro golo da equipa.

A prestação de Angola nas recentes edições da CAN

Na CAN 2019, no Egito, Angola enfrentou um grupo desafiante, onde a competitividade era a palavra de ordem. Enfrentando Tunísia, Mali e Mauritânia, a equipa não conseguiu avançar para a próxima fase, mas a participação proporcionou uma valiosa experiência em competições de alto nível.

Após uma ausência na CAN 2015, Angola regressou em 2017, no Gabão. Apesar de uma campanha terminada na fase de grupos, os Palancas Negras estavam determinados a solidificar a sua posição no panorama africano.

Com uma geração talentosa de jogadores e o impulso positivo da recente conquista histórica sobre a Namíbia, as perspetivas para o futebol angolano são promissoras.

O próximo desafio para os Palancas Negras será contra a Nigéria ou os Camarões, numa batalha que promete ser emocionante e determinante para as aspirações da equipa na competição.

Apesar dos obstáculos que possam surgir, Angola mostrou que está preparada para lutar pelo seu lugar entre as grandes potências do futebol africano.

Confira aqui tudo sobre a competição.

Siga-nos no Facebook, no Twitter, no Instagram e no Youtube.

Relacionadas

Para si

Na Primeira Página

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

Quem está mais perto de chegar aos quartos de final da Liga Europa?