loading

Sherwin Seedorf: Sobrinho de ex-internacional neerlandês procura afirmar-se em Portugal

No cenário desportivo português, surge uma nova promessa, um jogador que carrega consigo um legado familiar notável, após Sherwin Dandey Seedorf, sobrinho ex-internacional neerlandês Clarence Seedorf, ter assinado pelo Lank Vilaverdense.

"Temos uma relação distante. Quase não falamos", diz o novo reforço do Lank Vilaverdense.

Sherwin Seedorf nasceu em Roterdão, Holanda, e desde cedo mostrou aptidão para o futebol. Iniciou a sua jornada nas fileiras do Excelsior e NAC Breda, captando a atenção dos olheiros do Feyenoord.

Durante sete anos, o jovem extremo fez parte da estrutura do Feyenoord, mas a oportunidade de brilhar na equipa principal do clube neerlandês nunca se concretizou.

Aos 18 anos, Sherwin Seedorf realizou testes bem-sucedidos no Wolverhampton, garantindo um contrato de 18 meses e um lugar na equipa sub-23 do emblema inglês.

No entanto, a sua estadia nos 'lobos' foi efémera, com empréstimos sucessivos a clubes como Bradford City e FC Jumilla, deixando-o à procura de uma afirmação nos relvados.

Academia da Nike e passagem pelo Motherwell na Escócia

Sherwin Seedorf procurou desenvolver as suas aptidões na Academia da Nike, uma experiência que contribuiu para o seu crescimento como jogador. Contudo, foi na Escócia, ao serviço do Motherwell, que Seedorf começou a atrair a atenção de muitos olheiros.

Apesar de ter marcado o seu nome com um golo pelo Motherwell, a carreira de Sherwin Seedorf teve alguns contratempos. A dispensa do clube escocês em 2021 levou o jogador a procurar uma oportunidade no Bani Ostrava, na República Checa. No entanto, a experiência não foi bem-sucedida, deixando-o sem clube desde 2021.

Oportunidade no Lank Vilaverdense: Um recomeço para o jovem jogador em Portugal

A mais recente reviravolta na carreira de Sherwin Seedorf é a sua incorporação no Lank Vilaverdense, clube português que vê no jogador uma promissora adição ao plantel.

A transferência oferece a Seedorf uma oportunidade de revitalizar a sua carreira e de deixar a sua marca no futebol português.

No entanto, e apesar de ser sobrinho de Clarence Seedorf, o novo reforço do emblema que milita na Segunda Liga, afirmou que quer ser conhecido apenas pelo seu nome, tendo revelado ainda manter uma ligação distante com o antigo internacional neerlandês.

"Conheci-o quando era mesmo pequeno. Temos uma relação distante. Quase não falamos. Digo sempre que sou o Sherwin Seedorf, não o Clarence Seedorf", começou por dizer o jogador, em declarações à BBC, citado pela CNN Portugal.

"Quero continuar a trabalhar e atingir o topo. Estou a melhorar e a trabalhar duro. Se continuar a evoluir assim, acho que posso ir longe", acrescentou Sherwin.

À medida que Sherwin Seedorf inicia esta nova fase na sua carreira, as expectativas e a curiosidade em torno do seu desempenho aumentam, muito por culpa do passado do seu tio, que marcou uma era na seleção neerlandesa.

Clarence Seedorf: Figura incontornável da história de sucesso do Ajax e da seleção neerlandesa

Clarence Seedorf iniciou sua carreira no Ajax, um dos clubes mais prestigiados da Holanda. Aos 16 anos, tornou-se o jogador mais jovem a conquistar a Liga dos Campeões da UEFA, na época 1994/1995, com o Ajax.

Essa conquista foi acompanhada por sucessos internos, incluindo o título de campeão da Eredivisie.

Após o sucesso no Ajax, Seedorf transferiu-se para a Sampdoria na Série A italiana. A sua passagem por clubes italianos, como a Sampdoria, Inter de Milão, Milan e a Lazio, solidificou a sua reputação como um médio criativo e habilidoso.

Durante esse período, em solo italiano, o irreverente médio conquistou a Série A, a Coppa Italia e a Supercoppa Italiana.

Real Madrid e novos triunfos

Em 1996, Seedorf fez uma mudança significativa para o Real Madrid. A sua passagem pelo clube espanhol foi marcada por conquistas notáveis, incluindo duas Ligas dos Campeões da UEFA consecutivas nas temporadas 1997/1998 e 1998/1999.

No entanto, um dos capítulos mais dourados na carreira de Seedorf foi a sua longa e bem-sucedida passagem pelo AC Milan.

Juntando-se ao clube italiano em 2002, o antigo médio desempenhou um papel crucial na chamada "Época Dourada" do Milan, que incluiu a conquista da Liga dos Campeões em 2003 e 2007. Durante a sua estadia nos Rossoneri, Seedorf também venceu a Série A, a Supercoppa Italiana e a Taça de Itália.

Legado internacional com a Seleção Neerlandesa

Clarence Seedorf representou a Seleção Neerlandesa em quatro Mundiais (1994, 1998, 2006 e 2010) e quatro Campeonatos da Europa (1996, 2000, 2004 e 2008). Apesar do seu sucesso a nível de clubes, uma grande conquista internacional com a seleção escapou-lhe.

No entanto, o médio ficou eternizado na memória dos adeptos pela sua criatividade e emprenho dentro das quatro linhas. Seedorf encerrou a sua carreira de jogador em 2014, após passagens por clubes como Botafogo e Corinthians no Brasil.

Após a sua reforma, o ex-médio iniciou uma carreira como treinador, assumindo o comando técnico de clubes como Milan e Deportivo La Coruña, bem como cargos na administração de clubes.

Acompanhe todas as movimentações do Mercado de transferências.

Siga-nos no Facebook, no Twitter, no Instagram e no Youtube.

Relacionadas

Para si

Na Primeira Página

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

Quem está mais perto de chegar aos quartos de final da Liga Europa?