loading

"O Sérgio estava bem tranquilo, a tentar apaziguar. Nunca foi agressivo"

A presença de Sérgio Conceição num torneio de jovens em Espanha transformou-se num episódio polémico, envolvendo o treinador do FC Porto, um autarca local e várias versões dos acontecimentos.

"O Sérgio estava bem tranquilo, a tentar apaziguar. Nunca foi agressivo"
FC Porto

"O Sérgio estava lá, estava a tentar proteger o filho, mas com tranquilidade", garante Paulo Assunção.

O caso, que agora está sob avaliação da justiça espanhola, gerou trocas de acusações e posicionamentos diversos por parte dos envolvidos.

Tudo começou quando Sérgio Conceição, acompanhado pelo seu filho Moisés Conceição, foi assistir a um torneio de sub-9 em Huelva, no qual o seu filho mais novo estava a participar.

No final do jogo, o treinador da equipa principal dos Dragões procurou o árbitro para expressar a sua insatisfação com algumas decisões tomadas durante a partida.

No entanto, este momento rapidamente escalou para uma troca de argumentos, envolvendo também Moisés Conceição e um autarca local, Manuel Barroso.

"Percebi que o alcaide estava muito nervoso, a empurrar"

As versões dos acontecimentos divergem entre os envolvidos. Manuel Barroso acusou Sérgio Conceição de dirigir insultos ao árbitro e de ter agido de forma agressiva, enquanto o treinador portista nega estas acusações, afirmando que apenas procurava proteger o seu filho e que nunca foi agressivo.

Neste contexto, surge o testemunho de Paulo Assunção, antigo jogador do FC Porto, que estava presente no momento e garante que Sérgio Conceição agiu com calma e não foi agressivo, apesar da exaltação do autarca.

"Eu estava lá no jogo, o meu filho tem 10 anos e também estava no torneio. O Sérgio também estava lá. Logo que terminou o jogo, entrámos no campo para podermos estar com os meninos. Como acontece habitualmente", começou por dizer o antigo jogador dos dragões, em declarações ao jornal 'O Jogo', citado pelo site 'Sapo Desporto'.

"Do outro lado, vi que o filho do Sérgio, o Moisés, estava a ser empurrado. O Sérgio estava lá, estava a tentar proteger o filho, mas com tranquilidade. Sem entrar no caminho de agressão, estava bem tranquilo, a tentar apaziguar. Nunca foi agressivo", acrescentou Assunção.

O antigo jogador elogiou ainda a calma de Sérgio Conceição perante a situação, destacando que o treinador dos dragões estava a agir de forma pacífica para resolver o incidente.

"Se houvesse alguém a fazer o que Manuel Barroso fez ao meu filho, eu acho que empurrava. E o Sérgio não fez isso", frisou Assunção.

"Percebi que o alcaide estava muito nervoso, a empurrar", rematou o ex-médio azul e branco.

Siga-nos no Facebook, no Twitter, no Instagram e no Youtube.

Relacionadas

Para si

Na Primeira Página

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

Roger Schmidt tem condições para continuar no Benfica?