loading

Nota: Caro visitante, o acesso à informação do nosso site é gratuita e de livre acesso. Tal só é possível exibindo anúncios a quem nos visita. Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios.

Covid-19

Portugal goleia República da Irlanda por 5-1, no adeus aos EUA

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

Após os primeiros jogos das competições nacionais e internacionais, quem está em melhor forma?

A seleção portuguesa de futebol goleou na terça-feira a República da Irlanda por 5-1, no último encontro particular de preparação para o Mundial2014, no MetLife Stadium, em East Rutherford.
Portugal goleia República da Irlanda por 5-1, no adeus aos EUA

A equipa lusa foi sempre, à exceção de alguns minutos no início da segunda parte, superior a uma Irlanda praticamente inofensiva e chegou com alguma naturalidade a uma robusta vitória, com golos de Hugo Almeida (03 e 37), Richard Keough (20), na própria baliza, Vieirinha (77) e Fábio Coentrão (83).

A entrada de Ronaldo na equipa deu outro ânimo aos comandados de Paulo Bento, que fizeram a melhor exibição deste período de preparação, a seis dias do arranque do Mundial2014, frente à Alemanha, em Salvador.

O selecionador português, Paulo Bento, voltou a apresentar um “onze” diferente ao terceiro encontro de preparação, com destaque para o regresso de Cristiano Ronaldo, que tinha apenas feito três treinos sem limitações.

A estrearem-se como titulares nesta fase de qualificação estiveram também Rui Patrício, Ruben Amorim, Raul Meireles e Hugo Almeida, que viria a ser uma das figuras do encontro.

Com Cristiano Ronaldo em campo, a equipa portuguesa ganhou confiança e surgiu mais solta do que nos encontros anteriores, tendo inaugurado o marcador logo aos três minutos, por Hugo Almeida, que, de cabeça, deu sequência a um cruzamento perfeito de Silvestre Varela.

Perante uma Irlanda pouco ameaçadora, Portugal podia ter ampliado a vantagem aos 14 minutos, mas Ronaldo, de fora da área, e Raul Meireles esbarraram no guarda-redes David Forde.

Depois de um remate ao poste de Cristiano Ronaldo, aos 19 minutos, num livre direto, o segundo golo acabaria por surgir do calcanhar do “capitão”, que lançou Fábio Coentrão, cujo cruzamento sofreu um desvio em Richard Keough e entrou.

A dominar por completo a partida, Portugal chegaria ao terceiro tento ainda antes do intervalo, aos 37 minutos, novamente por Hugo Almeida, na recarga a um primeiro cabeceamento Ronaldo, após novo cruzamento da direita de Varela.

O resultado folgado ao intervalo levou a algum adormecimento da equipa das “quinas”, que foi castigada com um golo dos irlandeses, aos 52 minutos. Na sequência de um livre em zona frontal, James McLean surgiu solto na área, tirou Raul Meireles da frente e bateu Rui Patrício.

Mesmo com menos ritmo do que na primeira parte, Portugal voltou a dominar e, à exceção de um susto aos 59 minutos, conseguiu chegar à goleada, com mais dois golos no quarto de hora final.

Aos 77 minutos, Nani recebeu um grande passe de João Moutinho e cruzou para o pequeno Vieirinha, que, de cabeça, obrigou Forde a defesa apertada, mas na recarga o extremo do Wolfsburgo marcou o seu primeiro golo na seleção “AA”, ao nono jogo.

A cumprir o 75.º jogo com a camisola das “quinas”, Nani juntaria mais uma assistência ao currículo, aos 83 minutos, ao isolar Fábio Coentrão, que, com o pé direito, tirou a bola do alcance do guarda-redes.

O melhor momento do encontro acabou, contudo, por ser – bem - anulado fora de jogo, quando, aos 88, Nani, de calcanhar, marcou, após uma extraordinária jogada coletiva, quase sempre ao primeiro toque.

Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Relacionadas

Pode gostar de ler

Na Primeira Página