Mundial-2014: Hulk e David Luiz realçam equilíbrio e recuperação do Brasil

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

Após os primeiros jogos das competições nacionais e internacionais, quem está em melhor forma?

Os futebolistas brasileiros Hulk, ex-FC Porto, e David Luiz, ex-Benfica, realçaram a capacidade de recuperação da seleção anfitriã do Mundial2014, no jogo inaugural frente à Croácia.
Mundial-2014: Hulk e David Luiz realçam equilíbrio e recuperação do Brasil

"No primeiro jogo da Copa (Mundial), a ansiedade bate, mas depois a equipa se equilibrou, buscou o empate e conseguiu a vitória. Agora vamos trabalhar com tranquilidade para a próxima", afirmou Ramires, atualmente no Chelsea, à imprensa na zona mista.

No jogo inaugural do Mundial2014, o Brasil venceu a Croácia, por 3-1, com dois golos de Neymar, um de grande penalidade, e um de Oscar, depois de Marcelo ter dado vantagem à seleção croata, com um golo na própria baliza.

Questionado sobre a maior dificuldade da partida de hoje, Hulk, do Zenit de São Petersburgo, enalteceu o valor da equipa croata.

"O adversário era muito difícil, defendia muito bem, mas conseguimos manter a concentração e reverter o resultado", disse Hulk.

O defesa David Luiz, que vai alinhar no Paris Saint-Germain, disse que o golo da Croácia foi uma infelicidade, após um jogador ter errado o cruzamento e o outro, o remate, até que a bola bateu em Marcelo.

"A gente tem de saber sofrer na hora que tem de sofrer, e ter maturidade para matar o jogo na hora que tem de matar o jogo. Isso é Copa do Mundo ", afirmou.

David Luiz elogiou ainda o próximo adversário da “canarinha”, o México, considerando-a uma "grande equipa, que sempre faz bons jogo contra o Brasil".

Já os croatas mostraram-se indignados com o resultado da partida e criticaram o árbitro Yuichi Nishimura, por ter marcado um grande penalidade por alegada falta do defesa Dejan Lovren sobre Fred.

"Dois bilhões de pessoas viram que não foi penálti. Estou desapontado, não merecíamos, tínhamos qualidade e confiança para vencer. É uma vergonha. Jogámos bem, mas o que podemos fazer contra 12 jogadores?", questionou Lovren, salientando a confiança na qualificação croata para os oitavos de final.

Siga-nos no Facebook, no Twitter, no Instagram e no Youtube.

Relacionadas

Pode gostar de ler

Na Primeira Página