loading

Nota: Caro visitante, o acesso à informação do nosso site é gratuita e de livre acesso. Tal só é possível exibindo anúncios a quem nos visita. Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios.

Abel Ferreira: «Cada vez é mais difícil ganharmos os nossos jogos»

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Facebook

Outras Notícias

Sondagem

Quem tem o adversário mais acessível nas competições europeias?

Declarações de Abel Ferreira, treinador do Sporting de Braga, após o jogo com o Desportivo de Chaves, da 21.ª jornada da I Liga de futebol (2-1), hoje disputado em Braga.
Abel Ferreira: «Cada vez é mais difícil ganharmos os nossos jogos»

«Parabéns aos nossos adeptos, para nós é fantástico poder jogar com a casa muito bem composta, 17 mil pessoas, logicamente que nos ajuda muito.

Hoje, passámos por dificuldades, e vamos ver as equipas que vão marcar golos a este Chaves, que é uma equipa muito bem organizada e orientada.

Cada vez é mais difícil ganharmos os nossos jogos, o Chaves veio à procura de pontos, de um erro nosso, o primeiro golo surge de uma perda de bola nossa, mas também preparámos a equipa para um cenário de desvantagem, sabíamos que iam recuar para uma linha defensiva de cinco, como fizeram nos dois últimos jogos.

A grande capacidade desta equipa é a de se adaptar ao contexto, ajustar as velas consoante o vento, não se faz bons marinheiros em mares calmos e hoje foi agitado.

(Adeptos pedem Braga campeão) Os objetivos estão muito bem definidos desde o início, dissemos que íamos lutar pelos quatro primeiros lugares, tudo o que eu disser agora não vai ser muito relevante, há muito ponto por disputar e isto só fecha em maio, mas podem contar connosco, em maio vamos ter o que merecermos, hoje merecemos ganhar, foi uma vitória justa da melhor equipa nos 90 minutos.

(Alterações decisivas) O Tiago Fernandes disse que me conhecia bem, mas esqueceu-se que eu sou mais velho que ele e conheço-o melhor ainda. As alterações visaram forçar a linha de cinco, depois, em vantagem, voltámos a ajustar as velas, fechando com o Palhinha.

Não vou projetar o futuro porque não sei, o momento do Braga é aqui e agora. Deixo um desafio aos adeptos: manter os 17 mil, ou 15 mil, seja a que horas for.

(Dyego Sousa melhor marcador) Sim, parece estranho ser um jogador do Braga o melhor marcador, mas é fruto de um trabalho coletivo, este ano tem sido ele o nosso marcador de serviço, mas há muito trabalho durante a semana».

Siga-nos no Facebook, no Google+ e no Twitter.

Relacionadas

Comentários

Na Primeira Página

Pode gostar de ler