loading

Nota: Caro visitante, o acesso à informação do nosso site é gratuita e de livre acesso. Tal só é possível exibindo anúncios a quem nos visita. Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios.

Governo lança campanha de sensibilização contra a violência no Desporto

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Facebook

Outras Notícias

Sondagem

Quem tem o calendário mais difícil até final da temporada?

O governo, através do Ministério da Educação, lança hoje a campanha “Violência Zero”, que procura promover uma mensagem de combate à violência no desporto e apelo ao respeito e tolerância.
Governo lança campanha de sensibilização contra a violência no Desporto

A campanha, gravada no Estádio Nacional e que conta com o testemunho de cinco adeptos, relata uma história real de violência e culmina com a mensagem-chave “Há momentos no desporto que marcam para sempre... Não deixe que a violência seja um deles”.

Com o propósito de intervir sobre os fenómenos de violência nos eventos desportivos e dissuadir manifestações de racismo, xenofobia e intolerância, esta campanha, cujo ‘spot’ será emitido em vários canais de televisão, terá também um site – www.violenciazero.gov.pt – e forte presença nas redes sociais, onde serão divulgadas iniciativas e recursos pedagógicos promovidos no âmbito do Plano Nacional de Ética no Desporto.

No arranque da campanha serão vários os testemunhos de figuras ligadas ao mundo do desporto, como futebolistas, árbitros e atletas olímpicos, mas também da sociedade civil, como artistas, jornalistas e comentadores.

As escolas serão outro palco de intervenção desta iniciativa, que na semana de 13 a 17 de maio promoverão a “Semana contra a Violência no Desporto”.

A campanha “Violência Zero” nasce depois de o governo ter criado a Autoridade para a Prevenção e Combate à Violência no Desporto e ter proposto a alteração à lei que estabelece o regime jurídico no combate a este fenómeno, que, entre outras medidas, propõe o reforço das obrigações dos agentes desportivos em ações de prevenção, o aumento dos limites mínimos de coimas, encurtamento dos prazos processuais e a criação do cartão de adepto para se aceder a certas zonas de alguns espetáculos desportivos.

Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Relacionadas

Comentários

Na Primeira Página

Pode gostar de ler