loading

Nota: Caro visitante, o acesso à informação do nosso site é gratuita e de livre acesso. Tal só é possível exibindo anúncios a quem nos visita. Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios.

Europeu sub-19: Portugal tenta revalidar título da ‘geração de ouro’ de 99

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Facebook

Outras Notícias

Sondagem

Quem precisa de mais reforços para a próxima época?

A seleção portuguesa de futebol de sub-19 vai tentar revalidar o título de campeã da Europa na Arménia, troféu conquistado há praticamente um ano, na Finlândia, pela ‘geração de ouro’ nascida em 1999.
Europeu sub-19: Portugal tenta revalidar título da ‘geração de ouro’ de 99

A 18.º edição do Europeu do escalão, a 11.ª em que a formação das ‘quinas’ participa, disputa-se entre 14 e 27 de julho, com a seleção treinada por Filipe Ramos a ter a difícil tarefa igualar o feito de 2018, conseguido pelos pupilos de Hélio Sousa, num grupo que conta com seleções candidatas como Itália e Espanha e ainda a anfitriã Arménia.

Na cidade de Erevan, Portugal inicia a defesa do título diante da Itália, campeã em 2002, no Liechtenstein, seguindo-se a Espanha, a mais titulada no escalão, com sete troféus, na segunda ronda, e a fechar a fase de grupos a seleção da casa.

Nas quatro finais em que Portugal esteve presente, venceu apenas uma, precisamente a do ano passado, diante dos transalpinos, por 4-3, em Seinajoki, tendo anteriormente fracassado nas finais de 2017, diante da Inglaterra (2-1), em 2003, com a Itália (2-0), e em 2014, frente à Alemanha (1-0).

Nas outras edições, Portugal chegou por duas ocasiões às meias-finais, em 2013 e 2016, ‘caindo’ aos pés da Sérvia e França, respetivamente, com a piores prestações a acontecerem em 2006, 2007, 2010 e 2012, em que acabou eliminado na fase de grupos.

Na caminhada para a 11.ª participação no Campeonato da Europa, a formação das ‘quinas’ venceu o grupo 6 na ronda de Elite sem sofrer golos e com um pleno de vitórias, a primeira diante Escócia (4-0), graças ao autogolo de Mayo, antes de Umaro Embaló, João Mário e Romário Baro terem feito os restantes.

Seguiu-se o triunfo (3-0) sobre a Turquia, com tentos de Umaro Embaló, Gonçalo Ramos e Nuno Tavares, fechando a ronda com o mesmo resultado, frente ao Chipre, depois de um ‘hat-trick’ de Pedro Neto.

Do lote inicial de 23 atletas escolhidos por Filipe Ramos, o guarda-redes João Valido, do Vitória de Setúbal, e os defesas Pedro Ganchas, do Benfica, e Tiago Gonçalves, do Belenenses, acabaram por ser preteridos, assim como o avançado ‘encarnado’ Umaro Embaló, que se lesionou a poucos dias da partida para a Arménia, entrando para o seu lugar o colega de equipa do Benfica Tiago Gouveia.

Portugal está inserido no grupo da Itália, que defronta em 14 de julho, pelas 18:00 (hora de Lisboa), medindo forças depois com a Espanha, em 17, pelas 15:45, e por fim com a anfitriã Arménia, em 20, pelas 18:00.

Inseridas na ‘poule’ B estão as seleções da República Checa, República da Irlanda, Noruega e França, três vezes campeã no escalão.

Apuram-se para as meias-finais, agendadas para 24 de julho, os dois primeiros classificados de cada grupo. A final realiza-se em 27.

Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Relacionadas

Comentários

Na Primeira Página

Pode gostar de ler