loading

Nota: Caro visitante, o acesso à informação do nosso site é gratuita e de livre acesso. Tal só é possível exibindo anúncios a quem nos visita. Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios.

LE: Portugal destaca-se da Rússia no sexto lugar do ranking da UEFA

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Facebook

Outras Notícias

Sondagem

Frederico Varandas deve pedir a demissão de presidente do Sporting?

Portugal reforçou hoje o «milionário» sexto lugar do ranking de clubes da UEFA, destacando-se da Rússia, ao somar dois triunfos e um empate na terceira jornada da fase de grupos da Liga Europa.
LE: Portugal destaca-se da Rússia no sexto lugar do ranking da UEFA

Depois de ter assumido na quarta-feira o lugar que vale três equipas na ‘Champions’ em 2021/22, duas com entrada direta, face ao triunfo do Benfica sobre o Lyon (2-1), para a Liga dos Campeões, as equipas portuguesas voltaram hoje a superiorizar-se às russas.

Face aos triunfos do Sporting de Braga (2-1 no reduto do Besiktas) e do Sporting (1-0 ao Rosenborg) e ao empate do FC Porto (1-1 com o Rangers), Portugal totalizou 1,000 pontos, passando a somar 44,849.

A ‘colheita’ lusa ainda poderia ter sido mais favorável, já que os ‘dragões’ estiveram a vencer, tal com o Vitória de Guimarães, que liderou por 1-0 e 2-1 na casa do Arsenal, antes de cair por 3-2, face a dois livres diretos, aos 80 e 90+2 minutos, ambos do suplente marfinenses Nicolas Pépé.

Por seu lado, a Rússia, que só havia acumulado derrotas na ‘Champions’ – pelo Lokomotiv Moscovo (1-2 com a Juventus, na terça-feira) e o Zenit (1-2 com o Leipzig) -, conseguiu hoje apenas um triunfo, pelo Krasnodar (2-0 fora ao Trabzonspor).

A vitória valeu aos russos 0,333 pontos, para um total de 43,883. A outra formação que está na fase de grupos da Liga Europa, o CSKA Moscovo, caiu por 1-0 na receção ao Ferencvaros.

As formações lusas estão em maioria (cinco contra quatro) na fase de grupos e todos os pontos que somarem (dois por vitória e um por empate) são divididos por cinco (0,4 por vitória e 0,2 por empate), enquanto os russos têm de dividir os seus por seis (0,333 por triunfo e 0,166 por igualdade).

Portugal, que já sabe que em 2020/21 (sétimo nas contas entre 2014/15 a 2018/19) manterá a situação atual – uma entrada direta na ‘Champions’ e outra na terceira pré-eliminatória -, está bem posicionado para acabar a presente temporada no sexto posto e conseguir, em 2021/22, recuperar uma segunda entrada direta.

Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Relacionadas

Na Primeira Página

Pode gostar de ler