loading

Nota: Caro visitante, o acesso à informação do nosso site é gratuita e de livre acesso. Tal só é possível exibindo anúncios a quem nos visita. Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios.

Síntese: Benfica sem 'pedalada', 'chuva' de golos no Chelsea-Ajax

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Facebook

Outras Notícias

Sondagem

Frederico Varandas deve pedir a demissão de presidente do Sporting?

O Benfica foi hoje dominado em Lyon, onde perdeu por 3-1, e a sua continuidade na Liga dos Campeões está dependente de duas vitórias nos jogos que faltam, aliadas a resultados favoráveis nos outros encontros.
Síntese: Benfica sem 'pedalada', 'chuva' de golos no Chelsea-Ajax

No primeiro dia da quarta jornada, destaque para a 'chuva' de golos no Chelsea-Ajax, em que os holandeses começaram bem melhor (1-4), mas acabaram por ceder um empate 4-4, e quase mesmo a derrota, após sofrerem duas expulsões.

Surpresa no empate cedido pelo FC Barcelona, ante o Slavia de Praga, num dia em que se jogou nos grupos E, F, G e H e ainda não há apurados para os oitavos de final, sendo que só o Nápoles podia hoje carimbar o ‘passaporte’.

Em Lyon, o Benfica assumia que precisava de ganhar, para manter a ambição de se apurar no Grupo G, só que não fez muito por isso e logo desde o minuto quarto teve de correr atrás do resultado, face ao golo de Joachim Andersen, de cabeça, após um canto.

O quadro piorou aos 33 minutos, com o golo de Depay, aqui a assinar o seu 50.º tento pelo clube e a marcar pela quarta jornada consecutiva. Viria a sair ao intervalo.

A reação do Benfica no segundo tempo, já com Pizzi e Seferovic em campo, foi tardia e insuficiente, pois só rendeu um golo, aos 76 minutos, concretizado pelo suíço, sem hipóteses para o guarda-redes português Anthony Lopes.

O 'golpe de misericórdia' aconteceu aos 89 minutos, com um remate muito bem colocado de Bertrand Traoré, do Burkina-Faso, perante a passividade de Jardel.

No outro jogo do Grupo G, o Leipzig ganhou na Rússia ao Zenit, por 2-0, e reforçou o primeiro lugar.

Em São Petersburgo, Diego Demme colocou o Leipzig em vantagem, ao quinto minuto de compensação da primeira parte, numa recarga de fora da área, após vários remates anteriores.

Na segunda parte, o austríaco Marcel Sabitzer confirmou o triunfo, aos 63 minutos, aproveitando uma excelente assistência do sueco Emil Forsberg.

Este triunfo permitiu ao conjunto alemão consolidar a liderança do grupo, com nove pontos, mais dois que Lyon e cinco do que Zenit. O Benfica já está a seis do conjunto de Leipzig, que recebe o Benfica, em 27 de novembro.

Luta a três no Grupo H, depois do empate entre Chelsea e Ajax e do 4-1 do Valência ao Lille, em que o regressado Renato Sanches foi suplente utilizado.

Todos estão com sete pontos, exceto Lille, que tem um e já não pode chegar aos 'oitavos'.

Em Londres, o Ajax parecia ter tudo controlado, já que goleava por 4-1 aos 55 minutos, para acabar por ceder o empate, já sem Veltman e Blind em campo.

Com Nelson Semedo no 'onze', na direita da defesa na primeira parte e na esquerda na segunda, o FC Barcelona foi surpreendido em casa pelo Slavia, no Grupo F, e não foi além de um 'nulo' frente a uma equipa que já tinha conseguido empatar em casa do Inter.

Num encontro em que não contou com o uruguaio Luis Suárez, o 'Barça' criou algumas oportunidades para marcar, mas viu o guarda-redes Ondrej Kolár fazer algumas defesas e o videoárbitro confirmar a invalidação de um golo, por fora de jogo milimétrico do argentino Lionel Messi, que antes atirou ao 'ferro'.

No outro jogo do grupo, o Borussia Dortmund, de Raphael Guerreiro, estava a perder ao intervalo com o Inter, por 2-0, mas conseguiu virar o resultado para 3-2, dando um passo forte em direção ao apuramento.

Comanda o 'Barça', com oito pontos, seguido por Dortmund, com sete, Inter, com quatro, e Slavia, com dois.

O Grupo E também ainda está sem definições, depois do 1-1 no Nápoles-Salzburgo - Mário Rui jogou pelos italianos - e do 2-1 do Liverpool ao Genk, mesmo com os ingleses a poupar plantel, ante o 'choque' contra o Manchester City para o campeonato, já no fim de semana.

O Liverpool está 'quase lá', com nove pontos, mas pode ser passado por Nápoles (8) e Salzburgo (4). Com um ponto só, o Genk está quase eliminado.

Destaque nos austríacos para os sete golos do ‘menino’ norueguês Erling Braut Haaland, em apenas 11 remates. Aos 19 anos, é o melhor marcador da prova.

Programa da jornada:

Terça-feira, 5 de Novembro de 2019
Barcelona - Slavia, 0 - 0
Zenit - RB Leipzig, 0 - 2
Chelsea - Ajax, 4 - 4
Lyon - Benfica, 3 - 1
Dortmund - Inter, 3 - 2
Napoli - RB Salzburg, 1 - 1
Valência - Lille, 4 - 1
Liverpool - Genk, 2 - 1

Quarta-feira, 6 de Novembro de 2019
Lokomotiv - Juventus, 1 - 2
Bayern München - Olympiakos, 2 - 0
Leverkusen - Atlético Madrid, 2 - 1
Dinamo Zagreb - Shakhtar, 3 - 3
Real Madrid - Galatasaray, 6 - 0
Atalanta - Man City, 1 - 1
Crvena Zvezda - Tottenham, 0 - 4
PSG - Club Brugge, 1 - 0

Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Relacionadas

Na Primeira Página

Pode gostar de ler