loading

Nota: Caro visitante, o acesso à informação do nosso site é gratuita e de livre acesso. Tal só é possível exibindo anúncios a quem nos visita. Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios.

Crónica: Portimonense reduzido a dez evita derrota com Rio Ave

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Facebook

Outras Notícias

Sondagem

Quem vai vencer a Taça da Liga?

O Portimonense evitou hoje a derrota a 10 minutos do final, ao empatar na receção ao Rio Ave (1-1), quando atuava com menos uma unidade, no jogo de abertura da 14.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol.
Crónica: Portimonense reduzido a dez evita derrota com Rio Ave

No Estádio Municipal de Portimão, o Rio Ave abriu o marcador aos 21 minutos, por intermédio de Diego Lopes, mas Jadson (79), repôs a igualdade, num período em que o Portimonense jogava reduzido a 10 elementos, por expulsão de Henrique, aos 66 minutos, por acumulação de cartões amarelos.

Com este resultado, o Rio Ave subiu provisoriamente ao sexto lugar com 19 pontos, enquanto o Portimonense mantém o 16.º posto, com 12.

Numa partida com domínio distinto em cada parte, com oportunidades divididas pelos dois períodos do jogo, ainda assim, foi o Portimonense, nos derradeiros minutos, quem melhores ocasiões criou para consumar a reviravolta no resultado.

A formação orientada por Carlos Carvalhal entrou melhor e, logo aos três minutos, ameaçou a baliza de Ricardo Ferreira, em lances de Diego Lopes e Bruno Moreira.

Os algarvios, a partir dos 15 minutos, começaram a libertar-se do ‘pressing’ dos da formação vila-condense e conseguiram o seu primeiro remate à baliza aos 18, por intermédio de Jackson Martinez.

A maior consistência a meio-campo do Rio Ave permitia-lhe ter mais tempo de posse e circulação de bola, superioridade que lhe permitiu abrir o marcador, aos 21 minutos, por intermédio de Diego Lopes, com um remate forte e colocado.

Até ao intervalo, o Rio Ave recuou no terreno, deixando ao Portimonense a iniciativa de jogo que resultou em duas ocasiões de perigo (26 e 30 minutos) por Lucas Fernandes, com os remates a errarem o alvo.

No segundo tempo, os algarvios entraram com outra dinâmica ofensiva à procura do golo do empate, tendo Lucas Fernandes (50) e Jackson Martinez (61) desperdiçado as oportunidades para restabelecer a igualdade no marcador.

O Rio Ave, em contra-ataque, teve nos pés de Carlos Mané (54) a sua melhor oportunidade da segunda parte, lance em que Ricardo Ferreira negou o golo ao avançado internacional português.

A partir dos 66 minutos, o Portimonense ficou em inferioridade por expulsão de Henrique, por acumulação de cartões amarelos, mas, ainda assim, manteve a toada ofensiva, alcançando a igualdade no marcador, aos 79 minutos, com um golo de Jadson depois de um primeiro remate ao poste de Marlos Moreno.

Já em período de descontos, Jackson Martinez teve a oportunidade para virar o marcador para os algarvios, mas o remate saiu a escassos centímetros do poste da baliza de Kieszek.

Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Relacionadas

Na Primeira Página

Pode gostar de ler